FPW: Fórum de Pro Wrestling



O FPW, Fórum de Pro Wrestling, é uma comunidade com mais de oito anos constituída por centenas de users cujo o assunto que os liga é o wrestling! Temos os últimos shows, PPV's, passatempos, debates, votações, e ainda uma vasta zona multimédia. Para teres acesso a tudo isto, só necessitas de te registar! Junta-te a nós.

Dias is That Damn Good #170 - "O Regresso dos Históricos II"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dias is That Damn Good #170 - "O Regresso dos Históricos II"

Mensagem por Dias Ferreira em Dom Out 09 2011, 17:02



Boas Pessoal!



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Sejam bem vindos a mais um "Dias is That Damn Good", um dos espaços com maior história na nossa CWO





Como sabem, ontem apresentei-vos a primeira parte da temática "O Regresso dos Históricos", onde abordei a importância que o regresso de The Rock e o possível embate entre Steve Austin e CM Punk poderiam ter na modalidade e no desenvolvimento das actuais estrelas da WWE. Agora, que vos apresento a segunda parte desta mesma temática, vou-me centrar nos possíveis regressos de Mick Foley e Chris Jericho, no sentido de avaliar, também, a importância e impacto que estes poderão vir a ter no Pro Wrestling e nos futuros desenvolvimentos da companhia de Vince McMahon.





Não percam, portanto, as próximas linhas...





[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Falemos primeiro de Mick Foley, a lenda do Hardcore Wrestling. Como todos sabem, Foley nunca foi um primor dentro do ringue e os melhores dias da sua carreira também já lá vão, contudo, ele sempre foi um dos lutadores mais acarinhados pelo público, sempre soube como criar emoções nas plateias e como "manipula-las" e, acima de tudo, sempre foi alguém com uma grande percepção da importância do storytelling, algo que aproveitou bastante bem com as suas excelentes mic skills e carisma. Por outro lado, já depois de ter abandonado um regime de trabalho full-time, sempre trabalhou com a WWE na criação de rivalidades, angles e combates, pontuais, que tiveram algo de especial e positivo a acrescentar à modalidade e à própria companhia. Esqueçamos, portanto, a forma como ele foi utilizado na TNA, não é isso que esperamos de Mick Foley aqui...na WWE, esperamos mais momentos e embates marcantes como aqueles que o opuseram a Triple H, a Edge ou a Randy Orton...pois pela brutalidade, espectacularidade, coerência e credibilidade destas contendas, a verdade é que ajudou sempre os seus adversários a crescer, a tornarem-se mais credíveis e, sobretudo, a consolida-los como grandes main eventers da companhia. E é nisto que Mick Foley é bom, ele tem a capacidade de oferecer pontualmente rivalidades e combates geniais pela sua entrega física e emocional, pela sua diferença (não há ninguém melhor a oferecer hardcore matches) e pelo modo como obriga os adversários a deixar tudo o que têm no ringue.





Deste modo, olho para o seu possível regresso com bastante agrado, pois face à carência que o plantel da WWE apresenta, actualmente, de lendas e wrestlers mais consagrados, a verdade é que a experiência e sabedoria que o Mick Foley poderia emprestar aos novos talentos seria importantíssima. Por outro lado, olhando para o main event da empresa de Vince McMahon, compreendemos que existem alguns nomes a necessitar de uma prova de fogo, de um momento especial ou de um combate genial que os catapulte para a fama e os consolide definitivamente no topo da companhia. Nomes como The Miz ou Alberto Del Rio são os primeiros que me vêm à cabeça e a verdade é que acredito que o Mick poderia fazer muito por ambos, ou pelo menos por um deles. Sabemos que a regressar, Foley o faria como face...e como face que é, teria obrigatoriamente de enfrentar um dos heels com maior prestígio na companhia. Portanto, uma rivalidade nos moldes daquela que o opôs, no passado, a Triple H, a Edge e a Randy Orton, seria o que se pedia que pudesse vir a desenvolver com o Miz ou com o Del Rio. E eu sei que ele faria um óptimo trabalho. Nós agradecíamos que a WWE pensasse nisto, pois o espectáculo seria garantido para os fãs, e o estabelecimento em definitivo de um dos mais proeminentes dos seus main eventers estaria assegurado.





[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Por último, falemos de Chris Jericho, sem dúvida uma das maiores estrelas da WWE e um dos wrestlers mais talentosos, com maior técnica e grande capacidade atlética que por lá passou. O Lionheart, como fora outrora conhecido, não deixou a companhia e a modalidade à muito tempo, mas fê-lo na mesma altura em que um elevado número de grande nomes decidiram "reformar-se". A sua falta foi e é, portanto, bastante sentida, pois, para além de ser alguém que sempre gozou de grande prestigio, notoriedade e popularidade junto dos fãs, a verdade é que quando abandonou, a companhia perdeu um dos seus melhores valores. Criativo e original como poucos e capaz de proporcionar combates de enorme qualidade, assim como momentos, segmentos e promos incrivelmente geniais a utilidade de Jericho sempre foi de uma importância indiscutível, e essa preponderância sente-se mais agora, porque é necessário passar experiências, capacidades e valores às gerações mais novas e falta à WWE gente que o consiga fazer com a necessária qualidade (o Triple H e o Undertaker não chegam para tudo).





Assim, e sabendo que Chris Jericho desempenha os papéis de face e heel de um modo fantástico (embora goste mais de o ver no segundo), também não será difícil encontrar no main event ou no upper card da WWE, wrestlers que necessitem de um empurrão do Y2J para se estabelecerem definitivamente no topo do card da companhia. Deste modo, se decidissem fazê-lo regressar como face, à partida teríamos nomes como Alberto Del Rio e The Miz (à semelhança do que acontece com Mick Foley), ou até mesmo Wade Barrett (lutador do qual foi mentor no programa NXT), e porque não Cody Rhodes ou Dolph Ziggler?! Se, por outro lado, a escolhe recaísse em trazê-lo, de novo, como heel, a lista de adversários poderiam conter nomes como Sheamus, Daniel Bryan ou o próprio Mason Ryan que agora tem vindo a receber um push valente. Comum às duas situações, é o facto de todos serem wrestlers jovens e a necessitar daquela última ajuda que só um lutador com a qualidade, espectacularidade e experiência de Chris Jericho lhes pode dar, para atingirem o patamar mais alto da companhia. Para além disso, acredito que o regresso de Jericho, tal como o de Mick Foley, iria trazer bastante mais qualidade ao produto WWE e, certamente, reflectir-se positivamente nos ratings e vendas de PPVs.






E vocês, o que acham da preponderância que os possíveis regressos de Mick Foley e Chris Jericho poderão vir a ter na WWE e no desenvolvimento dos seus jovens talentos?!




Bem, foi mais um "Dias is That Damn Good" que espero tenham gostado e comentem!


Um Abraço, Dias Ferreira!




Saibam mais em [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Dias Ferreira
Campeão Nacional da APW

Masculino Número de Mensagens : 246
Idade : 29
Localização : Nisa - Portalegre
Emprego/lazer : Licenciado em Relações Internacionais e Pós-Graduado em Gestão de Recursos Humanos
Data de inscrição : 22/03/2009

http://wrestlingspam.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum