FPW: Fórum de Pro Wrestling



O FPW, Fórum de Pro Wrestling, é uma comunidade com mais de oito anos constituída por centenas de users cujo o assunto que os liga é o wrestling! Temos os últimos shows, PPV's, passatempos, debates, votações, e ainda uma vasta zona multimédia. Para teres acesso a tudo isto, só necessitas de te registar! Junta-te a nós.

[Entrevista] Fiery Korean Chick - Mia Yim

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Entrevista] Fiery Korean Chick - Mia Yim

Mensagem por Moore em Qua Jan 29 2014, 19:12


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

- Desvendado o mistério sobre quem seria o entrevistado, neste caso A entrevistada. Mia Yim respondeu às questões que enviei e dentro de pouco tempo vou colocar aqui o resultado final.

- Para quem não conhece, Mia Yim é uma pro wrestler dos Estados Unidos da América, com raízes sul-coreanas, famosa pelo seu trabalho nas indies americanas (CZW, AIW, ROH, Shimmer) e recentemente no Japão. Mia é destacada como uma das melhores atletas femininas da modalidade, utilizando um estilo bem próprio com influências de taekwondo.
- Em cima deixei um vídeo com um recap de um TLC match entre Mia e Greg Excellent na CZW que Mia na altura considerou como um ótimo desfecho para a sua feud favorita.
- Entretanto no youtube podem também encontrar combates da mesma com Sara Del Rey, Allysin Key ou Daizee Haze. Se se sentirem interessados, podem sempre pesquisar.

- Espero que tenham gostado da introdução e que gostem ainda mais da entrevista que será posteriormente publicada.


ENTREVISTA COMPLETA:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Mauro: Bom, primeiro que tudo, é uma honra estar a fazer esta entrevista e agradeço desde já ter aceite dar a sua opinião acerca das questões.
Mia: Eu é que tenho de agradecer. Tenho todo o gosto em fazer ouvir a minha palavra.


1. Para começar, pergunta obrigatória. Quando começaste mesmo a sentir aquela paixão por este negócio e disseste pela primeira vez: "Eu quero fazer isto"?
Mia: Bom, eu tinha por volta de 8 anos (1997 +/-) e vi a Chyna na televisão e disse para mim: "Wow, as raparigas também fazem isto? Quero experimentar." Depois via também a Lita e quis ser como ela, então já mais velha comecei a treinar.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

2. E nessa altura, para além da Lita e da Chyna quem eram os teus outros ídolos?
Mia: Para além delas as duas, estávamos na Attitude Era, por isso tenho de referir Steve Austin e The Rock, obrigatoriamente

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

3. Antes de seres pro wrestler praticaste Tae-Kwon-Do e segundo sei foste até cinturão negro de 2º grau. Podemos de facto observar a influência do desporto no teu estilo de wrestling. De certa forma, achas que facilitou o teu treino enquanto wrestler?
Mia: Bom, não diria que tenha facilitado no treino em si, mas serviu de ajuda a formar o meu estilo próprio no wrestling e foi certamente uma ajuda a manter a minha condição física ao longo dos tempos.

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

4. Falando do teu debut num ringue, foi na Jersey All-Pro Wrestling frente à Annie Social. Podemos dizer que estavas nervosa quando entraste naquele ringue?
Mia: Deixa-me dizer que "nervosa" é dizer pouco, estava mesmo muito nervosa. Agora posso dizer que a Annie é uma das melhores amigas no backstage e posso-me chamar de contente por tê-la conhecido e lutado com ela mesmo no início da minha carreira. Ela ajudou-me imenso.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

5. Na CZW trabalhaste com vários nomes bem relevantes das indies, por exemplo... Adam Cole. Como foi ver a sua evolução bem de perto, tornando-se numa das maiores estrelas do wrestling independente?
Mia: Tenho de dizer que estou muito orgulhosa do Adam. Estou mesmo, apesar de nunca ter duvidado do seu sucesso. Ele é muito trabalhador e profissional e merece o reconhecimento que tem.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

6. Também na CZW estiveste envolvida numa feud entre o Adam e o Sami Callihan, que recentemente foi contratado pela WWE. Achas que o Sami pode ter um grande impacto nas big leagues?
Mia: Honestamente, não ficaria surpreendida se isso acontecesse. O Sami é diferente, não consigo explicar, e isso pode ser um fator positivo na WWE.

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

7. Sabemos que estiveste no Japão, onde o wrestling é claramente diferente do wrestling americano. Em que aspetos notaste mais essas diferenças?
Mia: Tudo é diferente, o próprio estilo é bem diferente. Podes notar em cada strike, em cada move, a psicologia japonesa é diferente da psicologia do wrestling dos Estados Unidos. Algo que eu achei lindo lá foi o tratamento do wrestling enquanto desporto e não enquanto "entertainment" como cá (Estados Unidos).

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

8. Consideras a tua experiência no Japão como algo positivo? Em que aspetos achas que mais evoluíste?
Mia: Acho mesmo que cresci muito ao treinar e viver no Japão. Gostava de pensar que fui bem sucedida no Japão mas ainda há muitos nomes do joshi com quem gostava de trabalhar que infelizmente, ainda não tive essa oportunidade. Quem sabe numa próxima... mas num geral considero a experiência muito positiva.

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

9. Podemos considerar que o wrestling feminino tem crescido ao longo dos anos graças a nomes como MsChif, Cheerleader Melissa, Sara Del Rey e tu própria. Concordas com esta afirmação?

Mia: Concordo claramente. A 100%. E o futuro pode ser muito risonho, se o produto feminino continuar a crescer pode alcançar nos Estados Unidos o mesmo destaque que tem no Japão por exemplo.

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

10. Apareceste no último PPV da TNA a ir para o ar (One Night Only: Knockout Knockdown) onde enfrestaste a experiente Tara. Como achas que foi a experiência de lutar na TNA?
Mia: Foi simplesmente fantástico. Estou muito feliz e orgulhosa de poder dizer que enfrentei a Tara. Ela é bastante inteligente e vou guardar essa memória para sempre. Foi mesmo especial.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

11. Ainda sobre a TNA: o teu combate lá foi gravado em Março. Os rumores sobre a crise na empresa ainda não existiam, ou pelo menos não eram tão audíveis assim. Achas que isso pode ser verdade?
Mia: Não sei. Não consigo responder a isso.

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

12. Sobre a WWE agora: vês WWE? Como vês o facto de ex-indy wrestlers como o Daniel Bryan, o Seth Rollins ou Dean Ambrose estarem a ter o seu trabalho reconhecido na maior promoção do mundo?
Mia: Honestamente, não vejo WWE mas estou feliz pelo facto de saber que os rapazes que conheci nas indies estão a receber tempo de antena e reconhecimento internacional. Posso até encarar isso como inspiração.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

13. Das indies quem achas que mais cedo ou mais tarde poderá ingressar nas big leagues e ter uma grande contribuição para o mundo do pro wrestling?
Mia: Há tantos para enumerar. Mas vou enumerar alguns: Adam Cole, Uhaa Nation e talvez os meus rapazes: Los Ben Dejos. Um dia veremos.

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

14. Pergunta final e provavelmente a de mais fácil resposta. Um combate que um dia gostavas de realizar?
Mia: Gostaria muito de trabalhar com a Aja Kong. Por isso: Aja vs. Mia.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Mauro: Bom, no fim de tudo isto só tenho que agradecer o tempo que perdeste a responder a esta entrevista e claro, desejar-te boa sorte na tua carreira.
Mia: Obrigada eu pelo apoio e pela entrevista, claro. Foi um prazer.
avatar
Moore
NXT Champion

Masculino Número de Mensagens : 6039
Idade : 19
Localização : Montemor/Setúbal
Emprego/lazer : Comum machista (em: Capazes)
Data de inscrição : 16/11/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum