FPW: Fórum de Pro Wrestling



O FPW, Fórum de Pro Wrestling, é uma comunidade com mais de oito anos constituída por centenas de users cujo o assunto que os liga é o wrestling! Temos os últimos shows, PPV's, passatempos, debates, votações, e ainda uma vasta zona multimédia. Para teres acesso a tudo isto, só necessitas de te registar! Junta-te a nós.

ROH - Post Punk

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ROH - Post Punk

Mensagem por Michael Uchebo em Qua Abr 30 2014, 16:53

O reinado do Samoa Joe em 2004, seguido de um 2005 que viu o famoso Summer of Punk suceder a um bom reinado do Austin Aries, são considerados os anos de ouro da Ring of Honor e foram efetivamente um período em que a ROH conseguiu apresentar alguns dos melhores shows de wrestling do mundo e se popularizou.

Com o final do reinado do Punk, a ROH começou pretty much uma nova era, que parece um pouco esquecida. Com as saídas de Punk e Jamie Noble dá-se o regresso do (Daniel) Bryan Danielson que teve talvez o melhor reinado da história da ROH, desenvolvem-se as relações com o Japão, e dá-se ainda a infame feud com a CZW.

Vou checkar este período, e deixar algumas reviews sucintas, começando pelo Joe vs Kobashi, um show do qual só tinha visto o Main Event. Sintam-se à vontade para pedir que desenvolva opiniões ou que uploade algum combate em particular.

Acho que uma boa forma de seguir o tópico é pensar nisto como um booking.

Portanto, aqui vai

Joe vs Kobashi
1 de Outubro de 2005,
New York Hotel, NY


1) Colt Cabana vs Claudio Castagnoli (aka Cesaro)

Bom opener com ótimo chain wrestling com ambos os lutadores a juntarem o estilo europeu/britânico de wrestling a alguns spots de Lucha Libre e de wrestling tradicional americano.

O Colt Cabana está super over com o público enquanto o Claudio estava apenas a dar os primeiros passos na ROH. Os comentadores notam que o Homicide se sentiu desrespeitado pelo Colt Cabana num segmento de um show recente pelo que alguns membros do gang do Homicide estavam entre o público a ameaçar o Colt.

Em última instância, o Colt acabou por se deixar distrair quando tinha hipótese de ir para o seu finisher, e o Claudio surpreende-o com a sua Ricola Bomb para uma vitória inesperada pela marca dos 8 minutos.


2) Christopher Daniels vs Matt Sydal (aka Evan Bourne) vs Azrieal

Combate de eliminação. Os comentadores não apresentam nenhum motivo particular para este combate ter sido marcado (3 ways são raras na ROH), mas a história do combate é que o
Sydal e o Azrieal têm a oportunidade de se destacar como estrelas emergentes da ROH ao defrontar um nome consolidado como o Daniels.

A acção é incrível e nunca para e o público vibra a cada spot. O Sydal era awesome e é uma pena que neste momento esteja encostado.

O combate serve para fazer brilhar o Sydal que elimina o Azrieal com um Belly to Belly Moonsault da corda superior aos 9 minutos, passa os seguintes 4 minutos a fazer moves ao Daniels e a conseguir near falls. Daniels vende que está em dificuldades, mas aproveita a primeira oportunidade para contra-atacar e acertar o Angel Wings para a vitória, fazendo uso da sua veterania.


3) BJ Whitmer e Jimmy Jacobs (c) vs Tony Mamaluke e Sal Rinauro
   ROH Tag Team Championship


Era suposto Mamaluke e Rinauro combaterem entre si, mas como havia um open challenge pelos tag titles, decidiram formar uma equipa improvisada.

O Whitmer nesta altura movia-se melhor do que atualmente e o Jacobs ainda era uma versão miniatura do Barberian.

Bom combate, mas com alguns momentos mais mortos. O Mamaluke estava over com o público que ainda se lembrava dele dos tempos da ECW. Combate dividido em que os italianos acabam por conseguir vencer com um Double Eletric Chair aplicado no Jacobs para se tornarem nos novos campeões. Resultado surpresa!

O Rinauro é outro lutador que nunca singrou e que se foi desmotivando, mas aqui esteve impecável e conquistou o público ao aplicar alguns moves surpreendentes como quando sobe os Turnbuckles (como o Bryan faz na WWE) para aplicar um Moonsault Kick.


4) Jay Lethal vs Nigel McGuinness (c)
   ROH Pure Championship


O público odiava o Nigel que aproveitava para se fazer um ótimo heel de midcard. As regras do Pure Title são que só se tem direito a usar 3 Rope Breaks, de modo a incentivar os lutadores a usar mais wrestling técnico e a contra-atacar as manobras em vez de se chegarem às cordas.

Bom combate de 10 minutos com o Nigel a fazer muito estilo britânico e a enervar o público que reagia com um pops sempre que o Jay Lethal lhe acertava com uma chapada ou um Dropkick.

Lethal obriga Nigel a usar a sua primeira Rope Break, mas enquanto o árbitro comunicava a decisão à mesa, o Nigel aproveita para acertar no Lethal com o seu ferro de engomar (sim, o Nigel trazia um ferro com a bandeira britânica desenhada) consigo para o ringue) e faz a pinfall para a vitória. O público naturalmente reagiu apupando ainda mais o campeão inglês.


5) Jimmy Rave vs Roderick Strong

Comentadores mencionam que o Roderick tem tido um ano excelente em 2005 e que muitos o consideram o MVP da ROH devido aos seus excelentes combates. O Jimmy Rave vem acompanhado do Prince Nana e da Jade Chung, que era a escrava do Nana e vinha arrastada por uma corrente numa coleira.

Mais um bom combate. O público odeia o Rave e canta "Die Jimmy Die!" para além de lhe atirar com papel higiénico. O Strong faz os seus Back Breakers o que leva a cânticos de "Break his back!", e sempre que o público se entusiasmava mais com a coça que o Rave estava a levar, ele lá contra-atacava com um Spear, ou tinha o Nana a intervir nas costas do árbitro.

O Rave tenta usar uma cadeira mas o árbitro não o permite, e o Roderick aproveita para prender a Strong Hold para fazer o Rave desistir.

Não é que o Strong fosse melhor em 2005, mas os combates eram mais interessantes porque ele era um jovem de 22 anos em ascensão.

No final do combate, um Nana furioso ataca o Roderick furiosamente, e ordena ao Rave que asfixie o Roderick até à morte~! (é pesado, mas tem a ver com os cânticos de "Die Jimmy Die!"). Rave começa a asfixiar o Roderick com a corrente da coleira da Jade, Nana obriga a Jade a colaborar, o que faz com que ela tenha de ser asfixiada também ao puxar a corrente.

Nana sorri com o ataque, mas nas suas costas a Jade Chung decide que não aguenta mais, tira a coleira e a sua roupa de escrava, faz um low blow ao Jimmy Rave, dá uma chapada no Nana e faz-lhe também um low blow.

Grande reação do público. Nana e Rave fogem, Roderick pega no mic e desafia a Embassy para um Steel Cage Warfare~! Mais uma grande reação, apesar do público não saber o que é um Steel Cage Warfare. Roderick e Jade abraçam-se.

E intervalo depois deste angle.


6) Ricky Reyes vs Pelle Primeau

O Pelle era um dos alunos da escola da ROH. Foi squashado pelo Reyes.


7) James Gibson (aka Jamie Noble) vs Jimmy Yang

Este é a última double shot do Gibson na ROH e por isso teve direito a escolher os seus últimos dois adversários. O Yang tinha sido despedido da WWE há pouco tempo e por isso esta era uma passagem de testemunho: o Gibson fez-se um Main Eventer na ROH e o Yang tinha agora a oportunidade de fazer o mesmo.

Este é talvez o melhor combate da carreira do Yang, sendo pelo menos muito superior a tudo o que fez na WWE. Ótimas sequências de chain wrestling, com grandes contra-ataques do Yang com os seus pontapés de artes marciais.

No fim talvez se tenham esticado um pouco demais, e ambos aplicaram os seus finishers para conseguir Near Falls, mas o Gibson finalmente vence ao aplicar a sua Guillotine Choke Hold aos 15 minutos.

No final, o Gibson elogia o Yang e a ROH e diz que tem havido discussão sobre quem era o MVP da ROH em 2005 e para provar que era ele o MVP, desafia o Roderick Strong para um combate no dia seguinte.


8) Homicide vs Jack Evans

Acho que toda a gente se esquece do quão bom lutador o Homicide era. O Evans também é pouco lembrado hoje, mas foi dos melhores high flyers que passaram pela cena~!

O combate em si teve momentos mais mortos e era mais um filler antes do Main Event. De qualquer forma, alguns spots loucos do Evans iam avivando o público e quando tudo indicava que o Homicide ia conseguir a vitória, aparece o Colt Cabana na parte de cima das bancadas e começa a fazer um rap (muito à John Cena) a gozar com o Homicide e os seus Gangstahs. Isto distrai por completo o Homicide e o seu gang e, quando o Colt acaba, o Evans aproveita para fazer uma Reverse Rana e conseguir a vitória por pinfall.


9) Samoa Joe vs Kenta Kobashi

Já não via este combate há muitos anos. Um forte candidato a melhor combate da história da ROH. Ambiente surreal e um combate inacreditavelmente físico e violento em que o Joe surge como um enorme monstro que não tem medo de enfrentar uma das maiores lendas do wrestling japonês.

O público tornou o combate ainda mais especial, certo, mas ambos se alimentaram do público e demonstraram um timing soberbo, ajudando a manter o ambiente e ainda a fazê-lo crescer.

Nem é preciso saber que o Joe está a fazer moves do Kawada etc. para ficar totalmente envolvido nisto, é uma batalha incrível. O Joe chega a estar próximo da vitória, mas acaba por levar com suplexes doentios antes da troca final de chapadas e golpes que leva à vitória do Kobashi aos 22 minutos.

Um clássico para sempre recordar, não admira que tenha tido 5 stars~!


Em resumo, não há um mau combate neste show e o público de NY estava super envolvido com o roster e com as storylines, ajudando a desenvolver o ambiente. É também uma altura em que novas histórias começam a ganhar direção.

Este show tem a aparição histórica do Kobashi, mas ao mesmo tempo ficaram fora membros do roster como o Austin Aries, o Alex Shelley, e o Bryan Danielson, o que demonstra a qualidade do roster na altura.


Última edição por Manzk em Sex Maio 02 2014, 16:10, editado 1 vez(es)
avatar
Michael Uchebo
NXT Superstar

Masculino Número de Mensagens : 2711
Idade : 28
Localização : Porto
Emprego/lazer : desempregado
Data de inscrição : 27/06/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ROH - Post Punk

Mensagem por Michael Uchebo em Qui Maio 01 2014, 22:16

Unforgettable
2 de Outubro de 2005
Philadelphia


1) Sal Rinauro & Tony Mamaluke (c) vs Dunn & Marcos
  ROH Tag Tean Championship

Primeira defesa dos novos campeões. Combate curto mas cheio de acção, bastante spot-spot-spot. Bom opener, infelizmente o finisher saiu botchado pelos campeões quando deixaram cair um dos seus adversários em vez de aplicar a Eletric Chair Drop aos 6 minutos.

Dunn & Marcos eram uma boa tag team de undercard, pena terem terminado carreira cedo.


2) Jay Lethal vs Nigel McGuinness vs Claudio Castagnoli (aka Cesaro) vs Davey Andrews

Haha, Davey Andrews, era considerado o melhor aluno da escola da ROH, mas nunca deu em nada. Era decente, mas não tinha personalidade.

As sequências entre o Claudio e o Nigel são magnificas e o Lethal também está à altura para dar um 4 corners survival muito acima da média.

A história é que os 3 lutadores decidiram combinar esforços para dominar o Lethal, mas quando o Nigel tentou pela primeira vez a pinfall, é confrontado pelo Claudio, e ambos acabam por se confrontar. Inlcui o Claudio fazer um Springboard Uppercut de um lado ao outro do ringue.

Enquanto Nigel e Claudio brigavam fora do ringue, o Lethal aproveita para ganhar ao Andrews com um Dragon Suplex por volta dos 10 minutos.


3) Matt Sydal (aka Evan Bourse) vs Jimmy Rave

Mais um ótimo combate do Sydal. Acção, boa dinâmica babyface - heel e outro combate que acaba por ser muito melhor do que o que seria de esperar.

Rave tenta usar um cordão da bota para ganhar vantagem mas Jade Chang faz run in e tira-lhe o cordão. Sydal aproveita e coloca o Rave em posição de pin a partir de um Snapmare espetacular para a vitória aos 10 minutos.

Vitória importante para o Sydal, o Rave perde ambos os combates do fim de semana contra membros dos Generation Next.


4) Ricky Reyes vs Derek Dempsey

Reyes volta a squashar um aluno da escola da ROH em meio minuto. No fim do combate, o irmão do Derek pega no mic e diz que o Reyes matou o irmão~! "alguém chame um undertaker!". Dito isto as luzes apagam-se e aparece o Paul Bearer~!

Bearer faz promo random a dizer que é o novo comissário da ROH e depois aparece o Cornette que faz uma promo interminável e aborrecida anti-Sports Entertainment e a fazer de "old school wrestling" e termina dizendo que ele é que é o nosso comissário da ROH e como primeira medida baniu todo o gang do Homicide de o acompanhar no Main Event.


5) James Gibson (aka Jamie Noble) vs Roderick Strong

Já tinha visto este combate... mas não me lembrava de ser tão bom! Último combate do Gibson na ROH na batalha dos candidatos a MVP.

O combate tem um pouco de tudo, desde bom chain wrestling, a luta fora do ringue, joelhadas, altas chapadas, e vai crescendo, crescendo, crescendo...

A certa altura, o Gibson, como fanboy do Benoit que é, saca de 7 German Suplexes seguidos para uma Near Fall incrível. Ainda acerta um Half Nelson Backbreaker (um trademark do Strong) no Roderick seguido de Gibson Driver para outra Near Fall.

Gibson coloca Strong no top turnbuckle para tentar um Super Gibson Driver (move com que ganhou o ROH title ao CM Punk) mas Strong contra-ataca com Firemans Carry into a Gutbuster seguido da Stronghold para a vitória aos 29 minutos.

Excelente combate, e é notado que esta é mais uma vitória importante para o Roderick Strong depois de ter vencido o Survival of the Fittest e ter conseguido uma vitória por pinfall sobre o Mat Hardy.

Gibson faz promo sobre a ROH ser a melhor federação do mundo!!

Intervalo.


6) Colt Cabana vs Jack Evans

Um matching estranho mas que serve para retomar o show. Alguma comédia, o Colt a dobrar o Evans ao meio, e a vencer aos 10 minutos com a Lariar do Homicide.

No fim do combate aparece o Julius Smokes, do gang do Homicide, e declara que o Colt é um homem morto.


7) Christopher Daniels vs Jimmy Yang

Segundo combate do Yang na ROH, segundo job, mas mais um bom combate. Algumas sequências muito estilosas, tipo Yang fugir ao Moonsault do Daniels e ele próprio acertar com um. Os moves do Yang ao estilo de artes marciais com pontapés incríveis conquistam o público, apesar de em alguns momentos se notar que os dois lutadores não estavam bem na mesma página e ainda se estranhavam.

Tal como na noite anterior, a história é que o Daniels do nada consegue acertar um Angel Wings e ganhar. 12 minutis.


8) Samoa Joe & Low Ki vs Kenta Kobashi & Homicide.

Para quem está habituado a ver o Low Ki ser um lutador dominador, aqui foi pretty much a put* do Kobashi. Por outro lado, o Kobashi voltou outra vez a fazer com que o Joe parecesse um monstro.

Parte deste combate é o Joe e o Ki a dominarem o Homicide, e tudo parecia indicar que seria um combate em que o Kobashi participaria menos e teria uma noite mais descansada. Mas mal é feita a tag, os fãs de Philly tiveram direito a ver uma excelente recta final com alguns moves entre Kobashi e Joe que não tinha sido vistos na noite anterior (como o Joe contra-atacar a Lariat do Kobashi com um Powerslam). O público vai à loucura quando o Joe acerta o Muscle Buster no Kobashi (mais que na noite anterior), mas no final é a estrela da NOAH que volta a vencer com uma Lariat no Low Ki, depois de lhe ter acertado com dois Half Nelson Suplexes e montes de chapadas. Final aos 27 minutos para um excelente Main Event.

Foi a primeira vez que Homicide e Low Ki se defrontaram na ROH (tiveram um combate excelente na 3CW) mas sinceramente a interação entre os dois foi a pior parte do combate. De qualquer modo, nada a dizer.


Notas: Em promos backstage, revela-se que Jimmy Jacobs e BJ Whitmer são os novos "Lacey's Angels" e têm agora a Lacey como manager, e há também uma ótima promo da Jade Chang onde fala sobre o Nana a ter comprado no Gana como escrava e sobre como se irá vingar dele.

Ótimo show, não há um mau combate. Há dois combates excelentes e depois Rave vs Sydal e Daniels vs Yang são bastante bons. Two Thumbs Up para este fim-de-semana de shows históricos para a ROH.


Última edição por Manzk em Sex Maio 02 2014, 17:33, editado 1 vez(es)
avatar
Michael Uchebo
NXT Superstar

Masculino Número de Mensagens : 2711
Idade : 28
Localização : Porto
Emprego/lazer : desempregado
Data de inscrição : 27/06/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ROH - Post Punk

Mensagem por Michael Uchebo em Sex Maio 02 2014, 17:33

Enter The Dragon,
14 de Outubro de 2005
Cleveland, OH


Estreia da ROH em Cleveland com uma boa casa e com um público mais calmo do que os grandes mercados da ROH. Acaba por ser um show com feeling secundário.


- O show começa com Dave Prazak a apresentar Bryan Danielson (aka Daniel Bryan) como o novo campeão da ROH.

Danielson dirige-se ao ringue com roupa bastante casual e diz que muita gente acredita que um campeão deve ter uma certa imagem. Danielson diz que não tem a imagem de um campeão, mas que o que realmente faz um campeão é o valor do seu título e não a sua imagem.

Danielson agradece a todos os campeões que ajudaram a que o título da ROH tivesse o prestígio que tem. Agradece cronologicamente, um por um, aos campeões Low Ki, Xavier e Samoa Joe. Ao chegar à vez de Austin Aries, a música deste toca e Aries dirige-se ao ringue interrompendo Danielson.

Austin Aries diz que terminou com o reinado mais longo do título da ROH (Samoa Joe) e que agora vai terminar com o reinado mais curto. Aperta a mão de Danielson em sinal de respeito e volta ao backstage.

Bryan Danielson diz que não pode perder o título para Aries já que o Aries trabalha para a TNA. Diz que o título da ROH significa liberdade, significa que não é preciso estar na televisão nem ser subserviente a grandes corporações e interesses para ser um grande wrestler e que por isso, não podia permitir que um lutador com outros compromissos ganhasse o título.


- De regresso ao backstage, Danielson é confrontado por Steve Corino que acha que tem uma Title Shot no main event.

Danielson esclarece que a title shot do Corino é só no dia seguinte e Corino descobre que foi bookado num combate de tag com Colt Cabana contra o Homicide e o Low Ki. Corino fica furioso e diz que já terminou a sua feud com o Homicide e não quer ter mais nada a ver com ele.

Colt Cabana explica que precisava de uma ajuda contra os seus oponentes e por isso bookou o Corino como seu parceiro. Corino sente-se enganado mas acalma-se e aceita fazer o combate.


1) Nigel McGuinness vs Claudio Castagnoli (aka Cesaro)

Os dois tiveram um desentendimento no 4 way do show anterior e isso leva-nos a este combate non-title.

Mais uma vez, os dois entendem-se às mil maravilhas no estilo europeu/britânico do wrestling, com sequências de wrestling técnico muito entretidas em que o Claudio acaba normalmente por levar a melhor e por humilhar de certa forma o Nigel.

Muitos Uppercuts, um combate com ótimo ritmo e em que Claudio Castagnoli consegue uma vitória surpresa com um backslide pela marca dos 10 minutos.

Mais tarde, em entrevista backstage, Nigel diz que Claudio teve sorte e que não será capaz de vencer num combate com Pure Rules, e desafia-o para um combate pelo Pure Title.


2) Ricky Reyes vs Matt Stryker

O Stryker é da zona de Ohio pelo que decidiram usá-lo como jobber. Desta vez, em vez de squashar um estudante, o Reyes squasha um tipo que nos inícios da ROH tinha feito parte do roster. Tentam meter o máximo de moves possíveis em dois minutos para tornar isto num squash agradável.


3) Sal Rinauro & Tony Mamaluke (c) vs BJ Whitmer & Jimmy Jacobs
   ROH Tag Team Championship Titles


Whitmer e Jacobs são acompanhados pela Lacey já que são os novos "Lacey's Angels".

É a segunda defesa dos italianos, desta vez num rematch contra a equipa que destronaram para ter os títulos. Melhor que o primeiro combate e seriamente melhor do que o que seria de esperar "no papel". O Mamaluke e o Rinauro funcionam bem como equipa de veterano/rookie e o Mamaluke é um lutador diferente do típico membro do roster da ROH.

Combate com acção em que os campeões estreiam um novo finisher (powerbomb + Super Russian Leg Sweep) para a vitória aos 13 minutos.

Podem ver os momentos finais do combate aqui:

Spoiler:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


4) Roderick Strong vs Jimmy Yang

Segundo fim-de-semana do Yang na ROH depois de duas derrotas. Já o Roderick vem criando momentum e é a nova coqueluche da ROH.

É mais um bom combate com a dinâmico do Yang tentar contra-atacar com os seus moves de artes marciais e o Strong a destruí-lo com chapadas e Backbreakers. Yang leva altos chapadões mas não se acanha.

Público gosta mais uma vez do Yang, mas Strong acaba por ganhar com um combo de dois Backbreakers e um Pump Handle Slam aos 11 minutos.


5) Steve Corino & Colt Cabana vs Homicide & Low Ki

Corino vem ao ringue com calções do Punk e com "I Love Bear" escrito onde o Punk tem a tatuagem "Straightedge". Antes do combate, o ring announcer pessoal do Corino explica que isto é uma homenagem a todas as carreiras destruídas pela WWE, deixando entender que será algo que provavelmente aconteceria à carreira do CM Punk também.

O combate em si é longo e tenso. É daqueles combates que vale mais pelas trocas de olhares, e por lock ups intensos, principalmente nas interações entre o Homicide e o Corino.

O Colt tenta responder à intimidação dos seus oponentes com alguma comédia, mas também é obrigado a trazer a sua faceta séria para o combate.

A certa altura o Homicide acerta com uma cadeira na cabeça do Corino fora do ringue, o que dá origem a um momento de domínio dos heels, até ao Corino fazer a hot tag.

Há algumas Double Stomps violentas do Low Ki no Cabana, mas no fim o Corino consegue fazer a pinfall no Homicide com a Northernlights Bomb. O Homicide ainda mete o pé na corda, mas, fora do ringue, o Cabana volta a empurrar a perna para fora das cordas, e o árbitro contra o 1-2-3 aos 25 minutos.

- Intervalo


6)  Davey Andrews & Shange Hagadorn vs Pelle Primeau & Derek Dempsey

Tag team entre estudantes da ROH que rapidamente são interrompidos por Prince Nana. O ditador ganês diz que ninguém está interessado neste combate e apresenta o seu monstro, Abyss~! (sim, o Abyss esteve na ROH por esta altura).

Abyss destrói os quatro estudantes da ROH. Nana abre um desafio ao roster e nisto vem Jack Evans acompanhado pela Jade Chang, vestida de forma altamente chunga (ou urbana).


7) Abyss vs Jack Evans

squash~! com o Abyss a ganhar em 3 minutos.

No final do combate Nana ordena Abyss a continuar a atacar o Jack Evans. A Jade Chang mete-se à frente. Abyss prepara-se para atacar a Jade Chang, mas Roderick Strong vem a correr com uma cadeira atacar o Abyss. Atira-o para fora do ringue com uma Clothesline e faz um Backbreaker ao Nana.


8) Jimmy Rave & Alex Shelley vs Jay Lethal & Samoa Joe

Combate aborrecido, principalmente porque o público queria ver o Joe mas não quis saber particularmente do Lethal, que passou grande parte do combate no ringue a ser dominado pelos heels.

Quando o Joe entrou, dominou por completo Rave e Shelley.

Teve bons momentos, mas alongou-se demasiado, até aos 20 minutos, quando o Joe fez um Muscle Buster no Shelley para a vitória.


9) Bryan Danielson (c) vs Austin Aries
       ROH World Title

Ótimo combate.

Ninguém acreditava que o Danielson fosse perder na primeira defesa contra o Aries, pelo que, em vez de tentar fazer deste um title match dramático cheio de near falls, ambos apresentaram um combate mais técnico, demonstrando a sua superior habilidade.

Um combate diferente de tudo o resto em que o público sente que está a ver uma demonstração superior de wrestling. Ao contrário do anterior que se alongou demais, este teve 30 minutos que passaram a voar.

Boa primeira defesa do Danielson, e podem ver os momentos finais do combate aqui:

Spoiler:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Notas finais: A prova de que se pode fazer um bom show e um show interessante mesmo quando não se trata de um show importante.


Última edição por Manzk em Sex Maio 02 2014, 17:47, editado 1 vez(es)
avatar
Michael Uchebo
NXT Superstar

Masculino Número de Mensagens : 2711
Idade : 28
Localização : Porto
Emprego/lazer : desempregado
Data de inscrição : 27/06/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ROH - Post Punk

Mensagem por Arts em Sex Maio 02 2014, 17:43

Essa coisa dos momentos finais do combate é awesome.    
avatar
Arts
WWE Tag Team Champion

Masculino Número de Mensagens : 20364
Idade : 872
Localização : Zimbábue de baixo
Data de inscrição : 07/01/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ROH - Post Punk

Mensagem por Michael Uchebo em Sab Maio 03 2014, 00:44

Com o Movie Maker o Windows 8 é muito rápido e fácil editar videos. Vou continuar a adicionar vídeos para tornar mais interessante o diário.
avatar
Michael Uchebo
NXT Superstar

Masculino Número de Mensagens : 2711
Idade : 28
Localização : Porto
Emprego/lazer : desempregado
Data de inscrição : 27/06/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ROH - Post Punk

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum