FPW: Fórum de Pro Wrestling



O FPW, Fórum de Pro Wrestling, é uma comunidade com mais de oito anos constituída por centenas de users cujo o assunto que os liga é o wrestling! Temos os últimos shows, PPV's, passatempos, debates, votações, e ainda uma vasta zona multimédia. Para teres acesso a tudo isto, só necessitas de te registar! Junta-te a nós.

Dias is That Damn Good #199 – "Does Vince Russo Sucks?!"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dias is That Damn Good #199 – "Does Vince Russo Sucks?!"

Mensagem por Dias Ferreira em Dom Ago 10 2014, 15:06

Boas Pessoal!

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Sejam bem vindos a mais um "Dias is That Damn Good", o espaço com mais história na nossa CWO

Como já tive oportunidade de dizer por diversas ocasiões, o ambiente em redor das pessoas que intervêm directamente no pro wrestling é, muitas vezes, marcado por grandes animosidade e ódios. De facto, temos de compreender que a própria natureza altamente competitiva do business onde facilmente se verifica alguma imaturidade, falta de formação e de educação (e aqui não me estou a referir a graus académico-profissionais) de muitos dos seus praticantes e, por consequência, a prevalência de valores algo questionáveis, levam a que as relações dificilmente se consigam manter numa base sólida de confiança e solidariedade. Desta forma, geralmente, a inveja, a hipocrisia, o mal dizer e o bota a baixo, tomam proporções indesejadas e levam a que determinadas personalidades, muitas vezes de forma injusta, sejam completamente tomadas de ponta e de parte, fazendo-se a sua "cruxificação" pública e respondabilizando-as por múltiplas situações e acontecimentos em cuja sua intervenção não tiveram, de facto, o peso e importância que lhes procuram atribuir.

Neste sentido, talvez aquele que se assume como o exemplo mais gritante de toda esta situação seja o caso de Vince Russo. São várias as personalidades ligadas à modalidade que já deram provas da sua incompatibilidade, animosidade e ódio para com Vince Russo e que o responsabilizam, a meu ver, de forma absurda por alguns dos acontecimentos mais infelizes da história da indústria como o encerramento da WCW, os maus momentos que a TNA atravessou e, mais recentemente, a problemática da renovação ou não renovação do seu contrato com a Spike TV. Da mesma forma, Vince Russo nunca foi poupado pelos dirt sheets que, quer fosse sua responsabilidade ou não, sempre se apressaram a construir as mais variadas teorias no sentido de o culpabilizar em diversas situações e acontecimentos. Deste modo e em consonância com o que venho a escrever, aquilo que hoje vos trago como tema central do presente texto é, precisamente, toda esta problemática em redor do ex-writer da WWE, WCW e TNA, onde procurarei da forma mais concisa possível dar uma resposta à questão – "Does Vince Russo Sucks?"!

Não percam, portanto, as próximas linhas...

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Como é do conhecimento geral e já foi reconhecido pelo próprio Russo, Vince entrou para o main stream wrestling através de um contacto com Linda McMahon, passando a escrever na revista WWE Magazine (então WWF Magazine) da qual, pouco tempo depois, se tornaria principal editor sob o pseudónimo de "Vic Venom". Dois anos mais tarde, em plena crise da WWE com o RAW a obter um dos ratings mais baixos da sua história e com a consolidação da WCW como principal companhia do business, Vince Russo viria a integrar a equipa criativa da empresa de Vince McMahon. Não tardaria muito, contudo, até que essa mesma equipa ficasse restringida a, apenas, Russo e McMahon (tendo-lhe sido adicionado mais tarde Ed Ferrara). Neste capítulo, foram imensas, desde logo, as transformações, modificações e, até, revoluções que o booking de Vince Russo introduziu na programação, produção e conteúdos da WWE. Deste modo, e no sentido de combater o crescimento da rival WCW e a asfixia em que o seu desenvolvimento e evolução tinham colocado a promotora de McMahon, as storylines, o storytelling e os gimmicks da era Russo começaram a pautar-se por um muito maior realismo, pela polémica e controvérsia, pela sexualidade, pelos "swerves" e heel turns inesperados, pela constituição de stables, pelas "worked shoots", entre muitas outras características, que tornariam famoso o estilo "crash tv". Recorrendo a exemplos, para melhor compreendermos a profundidade e importância de todo o trabalho desenvolvido por Russo durante este período, não podemos esquecer-nos do papel fundamental que este desempenhou na criação da Attitude Era, sendo um dos principais responsáveis pelo booking dos D-Generation-X, pela aposta em Stone Cold Steve Austin e sua posterior feud com Mr. McMahon, pela ascensão de The Rock, pela rivalidade entre Kane e Undertaker, pela saga de Mick Foley e, ainda, por personagens altamente controversas como Sable, Val Venis ou The Godfather. Russo foi, portanto, neste período em concreto, um dos grandes responsáveis pelo sucesso que viria a atingir a WWE Attitude Era e um actor fundamental de todo este processo sem o qual, aliás, dificilmente se teria conseguido alcansar os mesmos resultados. Neste sentido, aos olhos de todos os intervenientes da modalidade (quer de forma directa, quer de forma indirecta, incluindo, portanto, os Dirt Sheets), Russo era visto, e com razão, como um génio criativo.

A situação haveria, no entanto, de alterar-se. Esgotado e desgastado pelo imenso trabalho e horários que a WWE lhe exigia, cansado também do ponto de vista criativo e a necessitar de passar mais algum tempo com a sua família, Vince Russo abandonaria a WWE em Outubro de 1999 para assinar com a rival WCW que, por sua vez, enfrentava agora problemas e "dores" semelhantes àquelas com que o writer se deparou aquando da sua chegada à equipa criativa da empresa de Vince McMahon. Apesar de na WCW passar a usufruir de uma carga horária menos pesada e de um salário substancialmente superior, Vince Russo viria a admitir mais tarde que nunca deveria ter aceitado a proposta de Ted Turner, especialmente, por se encontrar, nas palavras do próprio, em completo "burnout". Mas as coisas haveriam de piorar, pois a juntar a todo este desgaste e cansaço psicológico, Russo teria ainda de enfrentar uma empresa sem qualquer organização ou hierarquia verdadeiramente assumidas, o que proporcionou um sem número de intrigas e politcagem no backstage da companhia (levada a cabo, sobretudo, pelos "dinossauros" da promotora como JJ Dillon, Kevin Sullivan e Mike Graham ou por algumas estrelas como, sobretudo, Hulk Hogan e Goldberg) que invalidariam quaisquer esforços do writer no sentido de recolocar a WCW na rota do sucesso. O facto é que, apesar de tudo, os ratings durante os 6 meses em que Russo esteve à frente da equipa criativa da WCW ainda subiram razoavelmente, no entanto, a estratégia e planeamento de Vince não resistiriam às pressões e lobys dos seus inimigos e ele viria a ser demitido pouco tempo depois. A partir desse momento a WCW não voltaria a ser a mesma e as hipóteses de recuperar a empresa residiam, somente, na possibilidade de aparecer um comprandor interessado em fazer aquilo que o desinteresse da AOL Time Warner já não permitia. Como se sabe, tal não se verificou, a WCW seria comprada pela WWE e encerraria as suas portas.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Após o encerramento da WCW, a carreira de Vince Russo conheceria um pequeno hiatus durante o qual funcionaria como um mero consultor da WWE. Posteriormente, com a criação da TNA por parte de Jeff Jarrett (seu amigo de longa data), Russo viria a ocupar novamente o cargo de head writer de uma promotora de wrestling só que, mais uma vez, ao invés de replicarem a forma que o tornou bem sucedido na WWE (respondendo a apenas 1 pessoa), trataram de o rodear com várias personalidades na equipa criativa o que, para todos os efeitos, facilmente se compreende, ao invés de facilitar, ainda atrapalha mais e prejudica todo o processo criativo. De qualquer modo, quem teve oportunidade de acompanhar ou visualizar os videos dos PPVs semanais da TNA consegue, rapidamente, verificar que o produto e os conteúdos da programação da companhia melhoraram substancialmente a partir da chegada de Vince Russo. Em todo o caso, Russo abandonaria a empresa em finais de 2004, para regressar apenas em 2006. E a verdade dos factos a este respeito é indesmentível, de 2006 a 2012 (período que compreende a segunda e última passagem de Russo pela companhia) foi a época que registou o maior crescimento da TNA a todos os níveis, especialmente, no que concerne aos ratings que o iMPACT Wrestling conseguiria obter (que viriam a estagnar e inclusive a deteriorar-se após a saída de Russo). Algum tempo depois, consumadas também as saídas de Hulk Hogan e Eric Bischoff, Russo viria, secretamente, a desenvolver o papel de consultor da TNA ao mesmo tempo que, e agora reporto-me exclusivamente à actualidade, lançou o seu site com as mais diversas opções multimédia e reflexões temáticas.

Dito isto e feita uma revisão célere à carreira de Russo, podemos destacar, acima de tudo, como pontos positivos a seu favor o facto de ser extremamente criativo e de compreender o entretenimento e a televisão como poucos, sabendo dar à controvérsia, à polémica e aos conteúdos sexuais uma utilização extremamente inteligente através do seu "crash tv". Por outro lado, teremos de reconhecer algumas características suas mais negativas como a incapacidade para compreender que sucessivos heel turns e face turns retiram o efeito surpresa e mágico da sua concretização, a falta de algum balanço entre o produto in-ring e os conteúdos fora dele, o recurso exagerado a worked shoots e, acima de tudo, o modo demasiado afirmativo e agressivo como diz as coisas que, muita gente, tende a compreendê-lo como se se tratasse de um ataque ou de uma imposição da sua parte. Agora, isto é uma análise distanciada que faço a Vince Russo, uma análise onde pesei os prós e os contras e procurei não me deixar envolver por preconceitos (preconceitos que outrora me levaram, infelizmente, a acusar Russo de situações em que não tinha qualquer responsabilidade), sendo que tudo o que aqui está descrito, desde a narrativa à sua argumentação, resulta, apenas, da minha opinião. Algo bem diferente daquilo que outros fazem, infelizmente, sem se questionar ou reflectir a respeito do mesmo. Se não vejamos...será Russo responsável pelo encerramento da WCW?! É óbvio que não, está mais que comprovado que essa situação é da responsabilidade da fusão AOL Time Warner e da nova administração da companhia. Foi responsabilidade de Vince Russo a morte de Owen Hart?! Só muita falta de vergonha, de honestidade intelectual e de escrúpulos é que podem levar alguém a afirmar uma coisa destas. Foi Vince Russo responsável por uma quantidade enorme de gimmick-matches ridículos e de finais de combates sem qualquer lógica?! Recordo que Russo é um writer e que os combates são bookados pelos road agents, não por ele. Será responsabilidade de Vince Russo, como apontam os dirt sheets, a posição assumida pela Spike TV nas negociações com a TNA por um novo contrato de TV?! Pergunto se não terá sido a TNA a violar o acordo e a querer esconder do seu parceiro a ligação a Russo e se, de facto, não será essa situação a responsável pelo problema...pergunto se não será a administração da TNA a responsável e não Russo?! Enfim...poderia estar aqui um dia inteiro a lançar questões que muitos tomam por verdades absolutas, mas que se forem analisadas com o mínimo de cuidado, compreendemos que não fazem qualquer sentido e não têm razão de ser. Portanto, a minha resposta à pergunta lançada no sub-título deste texto é não, "Vince Russo doesn't suck!". Russo é um génio criativo e é como tal que deve ser reconhecido...se cometeu e/ou comete erros, é perfeitamente normal...talvez a pessoa mais fantástica de toda a história da modalidade seja Vince McMahon e eu pergunto, quantos erros, graves, não cometeu e continua a cometer Vince McMahon?! Temos, realmente, de ser mais críticos com os críticos e de aprender, cada vez mais, a pensar e reflectir sobre o que ouvimos e lemos.


E para vocês, "Does Vince Russo Sucks?"!


Um Abraço,
Dias Ferreira


PS: Não se esqueçam de indicar assuntos e temas que gostariam de ver ser aqui abordados.

Podem acompanhar-me, também, em:

- [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Dias Ferreira
Campeão Nacional da APW

Masculino Número de Mensagens : 246
Idade : 29
Localização : Nisa - Portalegre
Emprego/lazer : Licenciado em Relações Internacionais e Pós-Graduado em Gestão de Recursos Humanos
Data de inscrição : 22/03/2009

http://wrestlingspam.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dias is That Damn Good #199 – "Does Vince Russo Sucks?!"

Mensagem por Moore em Dom Ago 10 2014, 15:47

Alguém que, em parte tem uma opinião semelhante à minha. O Vince Russo não é nenhum coitadinho, como se pinta nas shoots que faz, mas também não é o péssimo booker que o fazem. Fez tudo o que estava ao seu alcance para atrasar ao máximo o fim da WCW que estava mais que destinado. Pôs a TNA no mapa e na WWF deu origem ao período mais lucrativo da história da empresa.
avatar
Moore
TNA X Division Champion

Masculino Número de Mensagens : 5919
Idade : 19
Localização : Montemor/Setúbal
Emprego/lazer : Comum machista (em: Capazes)
Data de inscrição : 16/11/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dias is That Damn Good #199 – "Does Vince Russo Sucks?!"

Mensagem por Dias Ferreira em Ter Set 02 2014, 14:21

Moore escreveu:Alguém que, em parte tem uma opinião semelhante à minha. O Vince Russo não é nenhum coitadinho, como se pinta nas shoots que faz, mas também não é o péssimo booker que o fazem. Fez tudo o que estava ao seu alcance para atrasar ao máximo o fim da WCW que estava mais que destinado. Pôs a TNA no mapa e na WWF deu origem ao período mais lucrativo da história da empresa.

avatar
Dias Ferreira
Campeão Nacional da APW

Masculino Número de Mensagens : 246
Idade : 29
Localização : Nisa - Portalegre
Emprego/lazer : Licenciado em Relações Internacionais e Pós-Graduado em Gestão de Recursos Humanos
Data de inscrição : 22/03/2009

http://wrestlingspam.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dias is That Damn Good #199 – "Does Vince Russo Sucks?!"

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum