FPW: Fórum de Pro Wrestling



O FPW, Fórum de Pro Wrestling, é uma comunidade com mais de oito anos constituída por centenas de users cujo o assunto que os liga é o wrestling! Temos os últimos shows, PPV's, passatempos, debates, votações, e ainda uma vasta zona multimédia. Para teres acesso a tudo isto, só necessitas de te registar! Junta-te a nós.

[FM 2015] Contra os odiadores ganhar, ganhar!

Página 3 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ir em baixo

Re: [FM 2015] Contra os odiadores ganhar, ganhar!

Mensagem por .Aimar em Ter Jun 23 2015, 01:35

Que merd* de mês, não desiludes. Carrega Rio Ave!
avatar
.Aimar
Japanese Legend

Masculino Número de Mensagens : 15827
Idade : 25
Localização : Vila Nova de Gaia, Porto
Emprego/lazer : Jogador profissional de Haxball
Data de inscrição : 10/01/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2015] Contra os odiadores ganhar, ganhar!

Mensagem por Rafa em Qua Jun 24 2015, 01:55


Em primeiro lugar, falo-vos das transferências do mercado de Inverno. Decidimos fazer algum dinheiro com Lucas Colitto, um jovem de 20 anos com algum potencial, mas que estava sem espaço no plantel. Vendi-o por 150 mil euros, tendo em vista a contratação de reforços para outros sectores. Vuletich foi vendido pelo mesmo preço e Makukula, que se revelou um flop de todo o tamanho, saiu por 8 mil euros para o Petrolul.

Aliviada a folha salarial, tinha em mente a contratação de um central para remediar a lesão de Tobias e a contratação de um avançado capaz de garantir golos. Só no último dia do mercado consegui contratá-los. Anthony Gardner e André Senghor foram os reforços. Tenho muitas esperanças depositadas neste último.


Janeiro - Fevereiro de 2015



Iniciamos o ano civil com mais um desastre. Fomos a Moreira de Cónegos e, aos 17 minutos, o Moreirense já vencia por 3-0. Senti-me perdido e com vontade de fazer as malas, já eram demasiados maus resultados seguidos. Ainda reduzimos para 3-1 mas acabamos por sofrer mais um golo de seguida. Perto do final do encontro, fizemos o 4-2, estabelendo o resultado final.

Mais um mau jogo contra o Estoril e mais um golo sofrido nos primeiros 15 minutos, um auto-golo para borrar ainda mais a pintura. Nunca estivemos bem no encontro mas conseguimos sacar um empate aos 77 minutos, golo de Roberto.

Estava cansado e aborrecido. Tinha de mudar as coisas, tinha de colocar a equipa a jogar futebol. Apliquei um 4-4-2 losango e tinha esperança de começar a violar os adversários. A primeira vítima foi o Paços de Ferreira. As estatísticas reflectem o nosso domínio: 14 remates vs 2, 57% de posse e uma taxa elevada de passes acertados. Estava elaborado o tiki-taka de Arouca. Não houve foi eficácia. 0-0 foi o resultado final.

De seguida, fui ao Dragão e voltei ao 4-3-3 porque sabia que não podia privilegiar a posse de bola contra o Porto. Estes nunca tiveram dificuldade em impor o seu jogo e não foi preciso muito tempo para alguém fazer merd*. Tomás Dabó foi logo expulso aos 8 minutos. Filho duma put*, já não é a primeira vez que fode tudo. Não calça mais. O Porto ganhou facilmente com dois golos de Tello.

Contra o Boavista e com novos reforços voltamos ao poder do losango para um jogo de loucos. Fomos nós a inaugurar o marcador aos 26 minutos. A glória estava de volta... ou não, que logo aos 28 minutos sofremos o 1-1. Até ao intervalo, Roberto ainda teve tempo para fazer o 2-1.

Fomos para o balneário a marcar, reentramos a fazer o mesmo com Zezinho a dar show de bola e a fazer o 3-1. Tal como aconteceu na primeira parte, o Boavista marcou logo a seguir e reduziu a desvantagem. O pânico chegou aos 60 minutos quando o Boavista fez o 3-3.

Isto não me podia estar a acontecer. Mais uma mudança táctica, siga pôr os mágicos como o Iuri e jogar em 4-4-2 clássico. Foi assim que nos últimos 15 minutos massacramos o Boavista e Roberto chegou ao bis. 4-3 crl, jogaço. Mas tínhamos de arrumar isto, não baixei a guarda e parti para cima deles. Deu resultado, Artur fez o 5-3 e finalmente voltamos as vitórias.

Quando o jogo acabou, apercebi-me de uma lesão do Gardner. No dia a seguir, o fisioterapeuta disse-me que ele tinha de parar cerca de um mês. Fdx, anda um gajo a roubar as poupanças do Carlos para contratar gente feita de cristal.

Estava todo confiançudo com o Marítimo e ainda fiquei com a bazófia mais elevada depois de sacarmos um penalty logo aos 5 minutos, depois do mágico Roberto arrancar um penalty. Bruno Amaro nunca vacila. O jogo estava controlado e aos 30 minutos voltamos a marcar. Por intermédio de quem? Roberto, of course. O Marítimo não gostou do golo e no minuto a seguir reduziu a desvantagem. Ainda antes do intervalo, os madeirense conseguiram empatar o jogo. Ai o crl.

O meu adjunto sugeriu-me para dizer aos jogadores que estavam bem e deviam continuar assim. Fiquei a olhar para ele com cara de parvo e só não o despedi à frente dos jogadores porque me ficava mal. Soltei umas boas caralhadas no balneário, estava cansado de perder vantagens estupidamente. Na segunda parte, o golo tardava em surgir e, tal como no encontro com o Boavista, fiz a mudança para o 4-4-2 clássico. Um minuto depois, Roberto faz um golo de cabeça após cruzamento de Artur. Este sistema é muito bonito mas parece-me que desequilibra um pouco a equipa, pelo que para já vou manter-me no losango.

Em Penafiel, começou um ciclo de quatro jogos forasteiros. Na primeira parte, a equipa caseira teve algumas oportunidades para marcar mas não aproveitou. A segunda parte foi mais equilibrada mas continuávamos sem jogar um chuço. Adivinhem... 4-4-2 clássico e golo. Senghor estreou-se a marcar pelo Arouca. Já perto do final, Artur fez o 0-2 e alcançamos assim a terceira vitória consecutiva.

O ciclo de vitórias terminou contra os futuros campeões nacionais, o Rio Ave. Os vila-condenses dominaram o jogo do princípio ao fim e venceram-nos por larga margem. Ukra fez o primeiro perto do intervalo, Hassan ampliou a vantagem e, numa altura em que arriscávamos tudo, sofremos mais dois golos.

Voltamos a não fazer um jogo muito conseguido frente ao Sporting de Braga. Ainda estivemos na frente do marcador sem saber bem como mas os bracarenses deram a volta ao jogo com golos de André Pinto e Zé Luís. O segundo golo já foi bem perto do final.





Parece-me que a estabilidade foi encontrada. Depois de um péssimo momento que durou até à derrota no Dragão, a equipa encarrilou para uma série de exibições razoáveis (sim, que isto ainda não é nada. Ainda não somos a melhor equipa deste campeonato), conseguindo solidificar o seu lugar no meio da tabela. Ainda temos algumas dificuldades a lidar com equipas de maior relevo e ainda queria mudar isso esta época, tendo em conta que teremos de jogar com mais um clube grande e contra o Benfica.





As coisas não nos saíram bem na Taça da Liga. Dei oportunidade aos menos utilizados e fizemos 1 ponto. Nobody cares, acabem com esta competição que eu agradeço.
avatar
Rafa
Moderador
Moderador

Masculino Número de Mensagens : 27892
Idade : 24
Localização : Viana do Castelo
Emprego/lazer : Stunned!
Data de inscrição : 28/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2015] Contra os odiadores ganhar, ganhar!

Mensagem por Dr. Eira em Qua Jun 24 2015, 13:11

Não desiludiste na taça de portugal.

Já está quase garantida a manutenção no campeonato, muito bem Rafa.
avatar
Dr. Eira
FPW Hall Of Famer
FPW Hall Of Famer

Masculino Número de Mensagens : 33292
Idade : 26
Localização : Barcelos
Emprego/lazer : Otaku
Data de inscrição : 23/12/2008

http://fpwrestling.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2015] Contra os odiadores ganhar, ganhar!

Mensagem por Rafa em Qui Jun 25 2015, 03:40


Março - Abril de 2015




A manutenção estava praticamente garantida mas esse não era o objectivo inicial, portanto tínhamos de manter o índice competitivo para estas últimas jornadas. Em Coimbra, frente à Académica, os meus putos não me desiludiram e fizeram uma boa exibição que nos valeu uma vitória fácil. Logo aos 14 minutos, André Senghor inaugurou o marcador. O senegalês viria a bisar mais tarde, aos 77. Parece finalmente estar a adaptar-se à equipa. Pelo meio, tivemos um penalty convertido por Bruno Amaro. Os estudantes acabaram por reduzir a desvantagem aos 80 minutos mas nada que nos assustasse. Fortíssimos.

Contra o Vitória de Guimarães, o jogo foi equilibrado mas com maior pendor para os espanhóis. Ainda assim, fomos nós a inaugurar o marcador com um golo de Senghor. O Vitória acabou por virar o jogo com um bis de Jonathan Alvez. Sempre a sofrer golos estúpidos.

De seguida, seguiu-se o confronto contra o melhor clube do Mundo. Também possuidora do melhor avançado do mundo, Fredy Montero, este abriu o marcador logo nos primeiros 5 minutos. Já estava fodido das chapas. Felizmente, arrancamos um penalty 5 minutos depois. Mas lá está, quem tem Fredy tem tudo e o Sporting voltou a marcar. Artur igualou a partida e fomos empatados para o intervalo.

Na segunda parte, voltamos a ser combativos e conseguimos passar para a frente do marcador com golo de Senghor. Levantei-me, não festejei mas apontei para o Bruno de Carvalho e de seguida apontei para o banco onde estava sentado o mini-Mourinho. Bem que me fodi que Carrillo fez o 3-3. Esta foi a reacção do Marquinho:


É a classe.

Mais um jogo de loucos, desta vez frente ao Nacional, na Choupana. Fizemos borrada logo aos 2 minutos ao cometer uma grande penalidade, convertida por Rondón. André Senghor acabou por empatar a partida e Bruno Amaro, também de penalty, consumou a reviravolta. Contudo, logo na jogada a seguir, mamamos o 2-2. Estes caralhos não sabem defender. O problema é meu? Claro que não crl, nunca é.

Na segunda parte, o maquinão Senghor voltou a facturar. Não queria deixar fugir isto. É, uma coisa é querer, outra é poder. Aos 81, bola na tola de Lucas João e estava feito o 3-3. Farto de sofrer golos.





Estou chateado. Já passou a fase do "Eu quero é estabilidade". O caralh*. Quero é brilhar, enrabar tudo e todos porque tenho qualidade para isso. Eu e os meus jogadores. E se é verdade que já consigo dar chocolate lá na frente e ter produção ofensiva (e para isso também contribuiu a contratação do Senghor), lá atrás somos uma casa a arder e não estou a conseguir mudar isso.

Quanto à classificação, continuamos em 11º com três equipas a perseguirem-nos. Curtia apanhar o Belenenses e o Vitória mas já é complicado, vamos lá ver. O importante mesmo era começarmos a ser uma equipa a sério e não só do meio-campo para a frente.
avatar
Rafa
Moderador
Moderador

Masculino Número de Mensagens : 27892
Idade : 24
Localização : Viana do Castelo
Emprego/lazer : Stunned!
Data de inscrição : 28/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2015] Contra os odiadores ganhar, ganhar!

Mensagem por Dr. Eira em Qui Jun 25 2015, 13:05

Conseguiste bons resultados, destaque para o empate frente ao Sporting. Defensivamente é que a coisa está complicada.

Não acredito que consigas subir mais na tabela mas desde que não desças já é muito bom.
avatar
Dr. Eira
FPW Hall Of Famer
FPW Hall Of Famer

Masculino Número de Mensagens : 33292
Idade : 26
Localização : Barcelos
Emprego/lazer : Otaku
Data de inscrição : 23/12/2008

http://fpwrestling.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2015] Contra os odiadores ganhar, ganhar!

Mensagem por .Aimar em Qui Jun 25 2015, 18:36

Nada mau. Só é pena esse empate com o Sporting, não se pode perder pontos com os pequeninos.
avatar
.Aimar
Japanese Legend

Masculino Número de Mensagens : 15827
Idade : 25
Localização : Vila Nova de Gaia, Porto
Emprego/lazer : Jogador profissional de Haxball
Data de inscrição : 10/01/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2015] Contra os odiadores ganhar, ganhar!

Mensagem por Rafa em Sex Jun 26 2015, 23:03


Abril - Maio de 2015




Fizemos uma exibição ridícula contra o Gil Vicente. Apesar da boa época dos minhotos, eles não eram melhores do que nós mas foi isso que foi dado a entender durante o jogo. Sofremos dois golos seguidos no primeiro tempo e nunca mais nos reerguemos. Acabamos por sofrer o 3-0 no segundo tempo. Nos últimos minutos, ainda demos um ar da nossa graça com dois golos nos últimos cinco minutos mas era tarde demais.

Já contra o Benfica fizemos uma boa exibição, tendo em conta o adversário. Logo a abrir o jogo, enviamos uma bola ao poste. A primeira parte não teve muitas mais oportunidades mas logo aos 7 minutos do segundo tempo, Senghor inaugurou o marcador. A nossa festa não durou muito, sofremos logo a seguir o golo do empate. A partir daqui, o favoritismo dos encarnados veio ao de cima e acabamos por sofrer o segundo golo.

Fiz uma reunião com a equipa e disse-lhes que íamos dar a volta por cima. E assim foi, frente ao Vitória de Setúbal. O jogo foi claramente dominado pela nossa equipa e Senghor inaugurou o marcador logo aos 9 minutos. Continuamos à procura do 2º golo que só apareceu no segundo tempo por intermédio de Iuri Medeiros. A partir daí, baixamos o ritmo e limitámo-nos a controlar a partida.

Seguia-se um jogo complicado contra o Belenenses, equipa que estava próxima de nós na tabela classificativa. Fizemos um brilharete, o jogo foi todo nosso e Senghor, quem mais podia ser, inaugurou o marcador aos 26 minutos. Até ao intervalo, o resultado não se alterou mas na segunda parte esmagamos. Bruno Amaro fez o segundo golo de livre e Tomás Dabó transformou um mau cruzamento em golo, pouco tempo depois. Miguel Rosa reduziu para o Belenenses a quinze minutos do fim e deu-lhes uma nova chama. Bem tentaram mas Goicoechea não os deixou sonhar. Nuno Coelho, no último lance do encontro, fez o nosso quarto golo e fechou o marcador.

Mais um jogo difícil que se avizinhava, também contra uma equipa próxima na tabela classificativa, o Estoril. Voltamos a entrar mais fortes com mais um golo de André Senghor. Incrível como um só jogador é capaz de mudar uma equipa. Pouco tempo depois, o Estoril empata o jogo.

Depois de uma primeira parte equilibrada, Nildo volta a colocar-nos na frente, dando uma boa resposta a um cruzamento de Iuri Medeiros. Nada estava decidido e a nossa vitória estava tremida até Tobias Figueiredo decidir o jogo com um golo de cabeça na sequência de um livre. O Estoril ainda reduziu perto do final mas too late. Vitória importante para subirmos na tabela classificativa. Estes sim eram os meus craques.

Seguiu-se o Moreirense. Jogo de merd*. 0-0. Fim.




Excelente final de época. Nos últimos 4 jogos, fizemos 10 pontos e isso permitiu-nos subir na tabela até a um honroso 8º lugar. Quem nos viu no início da época, não dava nada por nós mas conseguimos ir subindo aos poucos e é assim que terminamos o campeonato.

Nunca fomos uma equipa regular, nem a nível de resultados nem exibicionalmente, mas é um prémio justo para aquilo que batalhamos durante a época. Muita skill aqui do futuro melhor do mundo.

Na próxima época, há que estabilizar um sistema táctico. Fiz várias mudanças ao longo da época e agora no final apostei num 4-3-3/4-2-3-1 mais virado para o contra-ataque e talvez seja por aqui que possa pegar no próximo ano. Com isso, o nível das nossas exibições também subir e seremos mais fortes. O plantel também terá de levar uns ajustes, principalmente no sector defensivo.



Aqui estão os dados dos meus putos. O destaque é óbvio, André Senghor. Chegou, não rendeu nos primeiros jogos mas a partir daí foi o jogador mais decisivo da nossa equipa, marcando golos atrás de golos.

Tentei dar tempo a todos os jogadores, poucos se podem queixar de falta de oportunidades. Para além de Senghor, Roberto, que acabou por ser menos utilizado nos últimos tempos, Artur, Bruno Amaro, Nildo (agradável surpresa) foram alguns dos nomes que contribuíram para uma época positiva deste clube.
avatar
Rafa
Moderador
Moderador

Masculino Número de Mensagens : 27892
Idade : 24
Localização : Viana do Castelo
Emprego/lazer : Stunned!
Data de inscrição : 28/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2015] Contra os odiadores ganhar, ganhar!

Mensagem por Dr. Eira em Sab Jun 27 2015, 01:10

Não esperava mesmo que conseguisses subir na tabela, excelente final de época.

Na próxima época desces.
avatar
Dr. Eira
FPW Hall Of Famer
FPW Hall Of Famer

Masculino Número de Mensagens : 33292
Idade : 26
Localização : Barcelos
Emprego/lazer : Otaku
Data de inscrição : 23/12/2008

http://fpwrestling.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2015] Contra os odiadores ganhar, ganhar!

Mensagem por Rafa em Dom Jun 28 2015, 02:21


Pré-época 2015/2016


Ya, fixe.
Transferências



Como disse no final da época, os maiores ajustes teriam de ser feitos na defesa e assim foi. Colmatamos a saída de Richard Gardner, central de 34 anos que passou 6 meses connosco, com a entrada de Kyle Bartley, defesa inglês de 24 anos, que vem do Swansea, clube que não lhe deu grandes oportunidades. Também as alas foram reforçadas. De um lado, teremos Geraldes, dado como dispensável pelo Sporting, e do outro Luís Rocha, a nossa contratação mais cara.

Alberto, médio português de 32 anos, era já um desejo antigo e vem para preencher o meio-campo. No ano passado, faltou alguma profundidade neste sector. Também vai dar bastante experiência a esta equipa.

Por último, Vaz Tê, conhecido por todos, vem colmatar a saída de Iuri Medeiros, que estava cá emprestado. Apesar de ter vindo de graça, a contratação do internacional sub-21 português vai pesar na folha salarial. Espero que o investimento se justifique.

Para além destes reforços, renovei os empréstimos de Tobias Figueiredo e Zezinho.
Apresentação do plantel


Não há mexidas na baliza. Goicoechea será novamente o nosso guardião com Rui Sacramento e Igor Rocha à espreita.

As contratações de Geraldes e Luís Rocha darão o upgrade necessário às laterais. O segundo é um lateral que gosta muito de se envolver no processo ofensivo e precisei muitas vezes de um lateral com este estilo na época passada. Tomás Dabó e Tinoco serão as alternativas, respectivamente.

No eixo defensivo, Kyle Bartley é a novidade e deverá fazer dupla com Tobias Figueiredo ou Diego Galo que foi o central mais utilizado na época passada. Miguel Oliveira e Hugo Basto são outras opções para o lugar.

O meio-campo também foi fortalecido com a contratação de Alberto que disputará o lugar na posição 8 com Zezinho, Bruno Amaro e David Simão (poderá jogar a 10) que transitam da época passada. Nuno Coelho será o titular na posição 6 com Ricardo Alves a ser opção de reserva nas duas posições.

Nas alas, quase tudo igual. Sai Iuri, entra Vaz Tê, que poderá ser uma das estrelas da companhia. Artur e André Claro lutarão por um lugar na direita enquanto Nildo será o suplente do ex-West Ham.

No ataque, não há dúvidas. Depois do que fez na época passada, há muitas esperanças para André Senghor. Acredito que pode ser o nosso melhor jogador. Roberto irá procurar uma oportunidade para lhe roubar o lugar, enquanto Tucka será a nossa terceira opção.


No que toca a objectivos, espero um top 8 no campeonato. Depois do que fizemos na época passada e com o investimento desta época (a pauta salarial do plantel foi dobrada), é a nossa obrigação. Na Taça de Portugal, espero uma campanha bastante melhor do que na época passada e a Taça da Liga vai voltar a servir para rodar a equipa.
avatar
Rafa
Moderador
Moderador

Masculino Número de Mensagens : 27892
Idade : 24
Localização : Viana do Castelo
Emprego/lazer : Stunned!
Data de inscrição : 28/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2015] Contra os odiadores ganhar, ganhar!

Mensagem por .Aimar em Dom Jun 28 2015, 02:25

Bom final de época, esse 8º lugar é mais que razoável. Espero que atinjas lugares europeus nesta época.
avatar
.Aimar
Japanese Legend

Masculino Número de Mensagens : 15827
Idade : 25
Localização : Vila Nova de Gaia, Porto
Emprego/lazer : Jogador profissional de Haxball
Data de inscrição : 10/01/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2015] Contra os odiadores ganhar, ganhar!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum