FPW: Fórum de Pro Wrestling



O FPW, Fórum de Pro Wrestling, é uma comunidade com mais de oito anos constituída por centenas de users cujo o assunto que os liga é o wrestling! Temos os últimos shows, PPV's, passatempos, debates, votações, e ainda uma vasta zona multimédia. Para teres acesso a tudo isto, só necessitas de te registar! Junta-te a nós.

[BOOKING] PROGRESS Wrestling

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[BOOKING] PROGRESS Wrestling

Mensagem por CChris em Dom Nov 06 2016, 20:20

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


» A PROGRESS Wrestling é uma empresa de Wrestling Britanica que se identifica com o estilo de "Strong Style" e o seu grande foco no talento do UK. Os seus três donos, Jim Smallman (que é bastante ativo durante os shows, sendo que faz os segmentos iniciais alem de ser o announcer), Glen Joseph (comentador regular) e Jon Briley (não tão ativo nos shows, fica mais no backstage a coordenar o show e é quem edita os eventos), começaram a companhia em 2012 como que uma especie de brincadeira. 4 anos e meio depois, hospedam, na O2 Academy de Brixton, o maior show de Wrestling Britânico em décadas. A companhia é uma das mais importantes do UK, sendo que foi a principal responsavel pelo BOOM que o Wrestling Britânico tem vindo a usufruir de desde 2014. O mitico reinado de Jimmy Havoc como campeão da companhia foi uma das principais e mais históricas atrações da companhia, mas ela também é responsável por dar grande destaque a lutadores reconhecidos em todo o mundo do Indy Wrestling como Marty Scurll, Will Ospreay, Tommy End, Mark Andrews ou Mark Haskins, entre muitos outros. 

» A companhia tem, neste momento, três titulos (PROGRESS Wrestling Title, Progress Wrestling Tag Team Titles, Progress Wrestling Atlas Title (destinado a lutadores de grande porte)), alem de dois torneios anuais, o Super Strong Style Sixteen (um torneio de duas noites, em modo de eliminatórias, contando com 16 participantes, não só do UK, mas tambem do circuito independente mundial) e a Natural Progression Series (torneio dedicado a novos talentos na cena britânica, tambem ele em modo de eliminatórias). A companhia ainda tem um combate caracteristico, o Thunderbastard Match (basicamente, igual ao Aztec Warfare da Lucha Underground, mas a PROGRESS utilizou-o primeiro). 

Chapter 36: We Are Gonna Need A Bigger Room... Again! escreveu:
Progress Atlas Championshop Tournament Final
Rampage Brown def. Joe Coffey *Novo Campeão*

Six Woman Tag Team Match
Jinny, Dahlia Black & Alex Windsor def. Pollyana, Laura Di Matteo & Nixon Newell

No Disqualification Match
Sebastian vs "Pastor" William Eaver - No Contest: Sebastian acabou por ficar gravemente lesionado depois de Eaver ter aplicado o seu finisher, o Clothesline From Heaven, e não conseguiu continuar o combate.

PROGRESS Tag Team Championship Match
British Strong Style (Pete Dunne & Trent Seven) def. The London Riots (James Davis & Rob Lynch) (c) *Novos Campeões*

Paul Robinson def. Chuck Mambo

Two Out of Tree Falls Match
Zack Sabre Jr [2] def. Tommaso Ciampa [1]

8-Man Tag Team Match (Se os Origin perderem, têm que se separar)
The Origin (Nathan Cruz, El Ligero, Dave Mastiff & Zack Gibson) def. FSU (Mark Andrews & Eddie Dennis), Jack Gallagher & Damon Moser

Progress Wrestling Title 3-Way Match
Mark Haskins def. Marty Scurll (c) & Tommy End *Novo Campeão*
avatar
CChris
TNA Superstar

Masculino Número de Mensagens : 3871
Idade : 21
Localização : Monte Gordo, Algarve
Emprego/lazer : Estudante
Data de inscrição : 30/06/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [BOOKING] PROGRESS Wrestling

Mensagem por Mithrandir em Dom Nov 06 2016, 20:28

Fizeste bem em escolher começar após o 36, força!
avatar
Mithrandir
Japanese Legend

Masculino Número de Mensagens : 17486
Idade : 92
Localização : Mordor
Emprego/lazer : Hater
Data de inscrição : 27/12/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [BOOKING] PROGRESS Wrestling

Mensagem por CChris em Dom Nov 06 2016, 20:33

AR escreveu:Fizeste bem em escolher começar após o 36, força!

Esta situação em que o titulo está agora meteu-me a pensar em como eu bookaria isto, e pensei mesmo em começar pelo 38 com o titulo vago, mas preferi começar pelo 36 porque é mais uma época de transição, com todas as saídas, e posso fazer as cenas um pouco mais à minha maneira.
Thanks!
avatar
CChris
TNA Superstar

Masculino Número de Mensagens : 3871
Idade : 21
Localização : Monte Gordo, Algarve
Emprego/lazer : Estudante
Data de inscrição : 30/06/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [BOOKING] PROGRESS Wrestling

Mensagem por CChris em Seg Nov 07 2016, 13:44

Uma nova era na PROGRESS!

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Muita coisa mudou com o Chapter 36: We Are Going To Need  A Bigger Room… Again!, na PROGRESS Wrestling. Primeiramente, todos os títulos viram novos campeões a serem coroados. Rampage Brown ganhou e sagrou-se o primeiro Atlas Champion, os British Strong Style destronaram a “First Team of Progress”, os London Riots, e Mark Haskins acabou com o reinado de do “Villain” Marty Scurll. Muitos dizem que isto é simbolo de uma nova geração de lutadores, não só na PROGRESS, mas também em todo o Wrestling Britânico, uma vez que as grandes caras do UK (Will Ospreay, Marty Scurll, Zack Sabre Jr, Mark Andrews, etc.) começam a passar cada vez mais tempo lá fora (Estados Unidos e Japão, principalmente) e uma vez que a WWE andou a “pescar” talentos na Europa, levando alguns talentos que faziam parte do topo dos cards das companhias (Jack Gallagher, Tommy End e “Big” Damo).


E não serão apenas os novos campeões que farão parte desta nova era na PROGRESS Wrestling. Jim Smallman já prometeu novas caras nos próximos shows, assim como alguns regressos, começando por Jimmy Havoc e Paul Robinson que fizeram o seu regresso no Chapter 36, Shane Strickland que está bookado para enfrentar Pete Dunne no próximo evento, o Chapter 37: A Suden Sense Of Liberty!, e os débuts de Kay Lee Ray e Joseph Conners, também no Chapter 37.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Quem parece não estar muito contente com toda esta situação são “The Origin”, que ganharam um 8-man tag team match de alto perfil no show histórico na 02 Brixton Academy, e não foram bookados para combater no próximo show. Estes já se pronunciaram sobre isto, dizendo que é uma forma de quem está no controlo da companhia de os por ali para fora, simplesmente não os bookando, mas disseram também que eles não precisam de ser convidados para aparecerem na festa. Eles irão aparecer, com ou sem convite e estragar o show para todos aqueles que estão contra a Stable. Estes também falaram que são merecedores e exigem futuras title shots, pois eles têm demonstrado que são uma das forças mais dominantes de sempre da companhia e como tal, merecem ter nas suas cinturas todos os títulos da PROGRESS Wrestling e que, se Jim Smallman, Glen Joseph e Jon Briley não tratarem disso, irão tratar eles pessoalmente.

Chapter 37: Suden Sense of Liberty! escreveu:
PROGRESS Wrestling Title
Mark Haskins (c) vs Zack Sabre Jr.

Rampage Brown's Atlas Title Open Challenge

Nº1 Contender ao PROGRESS Wrestling Title 3-Way Match
Marty Scurll vs Mark Andrews vs Joe Coffey

Natural Progression Series 1st Round Match
Kay Lee Ray vs Alex Windsor

Pete Dunne w/Trent Seven vs Shane Strickland

"Pastor" William Eaver vs Paul Robinson

South Pacific Power Trip w/Daliah Black vs Jack Sexsmith & "Bodyguy" Ron Johnson

Joseph Conners vs Damon Moser
avatar
CChris
TNA Superstar

Masculino Número de Mensagens : 3871
Idade : 21
Localização : Monte Gordo, Algarve
Emprego/lazer : Estudante
Data de inscrição : 30/06/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [BOOKING] PROGRESS Wrestling

Mensagem por Mithrandir em Seg Nov 07 2016, 17:39

Acho que devias anunciar já todas as participantes do Natural Progression Series, a menos claro que queiras ter uma ou outra estreia surpresa - o que é perfeitamente legitimo tendo em conta que a maioria das gajas da PROGRESS são mediocres.

Boa cena Zack Sabre Jr. ser contender, tinha acabado de sair de uma grande feud e já tinha também vitórias sobre Ospreay e todo o hype devido ao facto de ser PWG Champion e semi-finalista do torneio da WWE. Acho que se Haskins estivesse ok e conseguisse ter reinado longo, Zack Sabre Jr. vs. Haskins tinha de acontecer e seria awesome!

Gosto da resposta dos Origin aos acontecimentos e escolhas recentes da companhia. Força El Ligero!!!!

Joseph Conners é ok, acho eu.

Chapter 37

Main Event é nice como já falei, inicialmente vais seguir a PROGRESS com a cena do Atlas - o que é nice, muito curioso para ver quem será contender. Trent Seven é Heavyweight? Pastor William Eaver vs. Robinson parece-me "óptimo" match para reintroduzir Robinson à PROGRESS depois do squash match com Mambo.
Os lutadores para a Three Way parecem-me nice, consigo imaginar algum gajo dos Origin a meter-se aqui também. Shane vs. Dunne pode ser nice, mesmo sem grande backstory.

South Pacific Power Trip w/Daliah Black vs Jack Sexsmith & "Bodyguy" Ron Johnson

Ando um bocado cansado do Sexysmith. Culpa não é tua, e ele no booking até pode tornar-se interessante, mas irl se formos a ver nem percebo como ele é bookado para Chapters. Força TK Cooper!
avatar
Mithrandir
Japanese Legend

Masculino Número de Mensagens : 17486
Idade : 92
Localização : Mordor
Emprego/lazer : Hater
Data de inscrição : 27/12/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [BOOKING] PROGRESS Wrestling

Mensagem por Moore em Seg Nov 07 2016, 20:54

Boas sortes, mister!
avatar
Moore
TNA X Division Champion

Masculino Número de Mensagens : 5919
Idade : 19
Localização : Montemor/Setúbal
Emprego/lazer : Comum machista (em: Capazes)
Data de inscrição : 16/11/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [BOOKING] PROGRESS Wrestling

Mensagem por CChris em Ter Nov 08 2016, 21:16

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Progress Wrestling Title Match
Mark Haskins © vs Zack Sabre Jr.
Mark Haskins é novo campeão e Sabre Jr. ganhou um dos combates mais hypados da história da companhia. Depois da vitória de Sabre sobre Tommaso Ciampa, que fez a sua ultima aparição nas indys pela PROGRESS Wrestling, este disse que estava na hora de ir atrás de um dos títulos mais importantes, não só da Europa, mas também de todo o mundo do wrestling independente. Haskins disse que quer seguir um caminho diferente do antigo campeão, Marty Scurll, e enfrentar todos aqueles que merecerem uma chance ao titulo. Sabre é, sem duvida, merecedor dessa chance, por isso, iremos ter Haskins vs Sabre Jr. pelo titulo no Chapter 37!
 
Rampage Brown Open Challenge pelo Atlas Title
Rampage Brown é o primeiro Atlas Champion da PROGRESS, depois de ter derrotado Joe Coffey na final do torneio para determinar o mesmo, depois de um combate bastante físico. A PROGRESS Wrestling deu a liberdade a Brown de escolher o seu primeiro oponente, mas este disse que era-lhe indiferente quem esse fosse, por isso, decidiu que lançaria um Open Challenge a todos aqueles que achassem que conseguissem subir a ringue com ele e combater pelo Atlas Title. Brown revelou isto numa promo do Youtube onde deixou um aviso a quem respondesse ao seu desafio: que se prepara-se para o filho da mãe mais duro que eles alguma vez iriam encontrar.
 
Nº1 One Contender ao PROGRESS Wrestling Title Match
Mark Andrews vs Marty Scurll vs Joe Coffey
Todos os lutadores envolvidos neste combate perderam os seus respetivos combates no Chapter 36, mas a PROGRESS sabe que todos eles são lutadores de enorme qualidade, por isso, decidiu junta-los neste combate de forma a encontrar um novo Number One Contender ao titulo da PROGRESS Wrestling.
Scurll não tem direito a um rematch pelo titulo, depois de tudo aquilo que fez nos últimos meses, o que enfureceu este imensamente, uma vez que este diz que apenas perdeu o titulo por causa de Jimmy Havoc, que não tinha nada que aparecer e estragar tudo (Jimmy Havoc que fez o seu regresso à PROGRESS Wrestling depois de mais de um ano longe da companhia). Scurll pode ter que lutar duas frentes ao mesmo tempo, mas o Villain já prometeu que irá vingar-se de Jimmy e reconquistar o seu PROGRESS Wrestling Title.
Mark Andrews foi um dos derrotados no combate que deveria ter posto os Origin fora da PROGRESS Wrestling. Se Andrews ganhar aqui, pode lutar, mais uma vez, pelo titulo da PROGRESS Wrestling, alias, seria a quarta oportunidade pelo titulo desde que Mark, um ex-campeão da empresa, lutaria pelo titulo desde que voltou aos ringues da PROGRESS, no Chapter 23. Desde então, Andrews tem ficado sempre pelo “quase”, falhando também em conquistar os titulos de Tag Team e de perder na final do Super Strong Style 16 de 2016. A PROGRESS quer ver se Andrews ainda é o lutador que era quando ganhou o titulo da companhia, mas para isso, tem que demonstrar aqui o seu valor.
Joe Coffey é um lutador relativamente novo no roster, mas já provou o seu valor com dois grandes combates contra Rampage Brown, alem de ser um dos grandes nomes do wrestling escocês. O lutador começa a tornar-se num dos regulares da companhia e esta é uma enorme oportunidade para o Ironman afirmar-se. Mas terá pela frente dois dos maiores nomes de sempre da companhia.
Quem irá sair deste combate vitorioso e desafiar o campeão pelo PROGRESS Wrestling Title no Chapter 38?
 
Pete Dunne w/Trent Seven vs Shane Strickland
Os London Riots, que foram derrotados no Chapter 36 pelos seus titulos de tag team, têm um rematch pelos mesmo, mas decidiram deixar isso para o próximo Chapter. Enquanto isso, Shane Strickland está de regresso à PROGRESS Wrestling, depois de derrotar Will Ospreay no Chapter 35 e precisava de um adversário, por isso, quem melhor que o novo Tag Team Champion, o “Bruiserweight” Pete Dunne para lutar contra um dos melhores highflyers do mundo? Uma vitória aqui pode baralhar muito as contas no panorama geral da PROGRESS, pois se Dunne derrotar Shane, este pode sonhar com uma shot ao PROGRESS Wrestling Title no futuro, mas se o americano derrotar o campeão de tag team, poderá começar em arranjar um parceiro para desafiar os British Strong Style pelos titulos, isto estes sobreviverem aos London Riots no Chapter 38: When Men Throw Men At Men!
 
South Pacific Power Trip (TK Cooper & Travis Banks) w/Daliah Black vs Jack Sexsmith & “Bodyguy” Roy Johnson
Depois de messes de rivalidade entre TK Cooper e Daliah Black contra Jack Sexsmith,com Travis Banks e Roy Johnson à mistura, finalmente estes homens vão ter uma oportunidade de resolver as contas como deve de ser. Qualquer uma destas equipas pode pensar em mais do que apenas ganhar este combate, pois uma vitória aqui, pode mete-las bem alto na tabela para uma oportunidade futura pelos titulos de Tag Team, agora pertencentes aos British Strong Style.
 
“Pastor” William Eaver vs Paul Robinson
Paul Robinson regressou à PROGRESS Wrestling no Chapter 36, sem ninguém estar à espera, derrotando Chuck Mambo pelo caminho. No mesmo show, “Pastor” William Eaver lesionou com gravidade o seu rival, Sebastian, e acabou por não ter combate nessa noite. Agora, Robinson só pensa em começar a voltar a abrir o seu caminho até ao titulo na PROGRESS e quem melhor para enfrentar do que o antigo campeão, William Eaver, que viu o seu colega, Mambo, ser massacrado nas mãos de Robinson no Chapter 36? Será que Eaver está, de alguma forma, psicologicamente afetado com o que fez a Sebastian? E se sim, será que Robinson conseguirá tirar proveito disso?
 
Natural Progression Series IV 1st Round Match
Kay Lee Ray vs Alex Windsor
Anunciado à uns meses, a quarta edição da Natural Progression Series vai servir para determinar a primeira PROGRESS Women’s Champion. O primeiro combate vai meter Alex Windsor, uma mulher que tem impressionado nos últimos Chapters, contra uma das melhores lutadoras do UK, a debutante Kay Lee Ray. Esta será uma óptima forma de meter Windsor à prova, ao mesmo tempo trazendo mais atenção ao torneio por uma lutadora de enorme qualidade como Kay Lee Ray estando envolvida nele. Quem passará para a próxima ronda?
 
Joseph Conners vs Damon Moser
Depois da derrota da sua equipa frente aos Origin no Chapter 36, Moser procura uma oportunidade para voltar a subir no card da PROGRESS. A sua feud com os Origin terminou da pior forma para si e o finalista vencido da terceira edição da Natural Progression Series procura começar a acumular vitórias para poder subir na companhia. Já Joseph Conners faz o seu debbut da PROGRESS como parte de uma nova era da companhia, depois de imensas saídas de talentos de topo para a WWE. Conners procura estabelecer-se de imediato como alguem em ter em conta para o futuro da empresa, derrotando um nome estabelecido. Os dois lutadores têm algo a provar com este combate e é uma excelente oportunidade para descobrir qual destes dois merece um lugar no futuro da PROGRESS.
avatar
CChris
TNA Superstar

Masculino Número de Mensagens : 3871
Idade : 21
Localização : Monte Gordo, Algarve
Emprego/lazer : Estudante
Data de inscrição : 30/06/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [BOOKING] PROGRESS Wrestling

Mensagem por CChris em Sex Nov 11 2016, 21:22

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Chapter 37: Suden Sense of Liberty! (Parte 1)
The Ritz, Manchester, 16/10/2016

Jim Smallman está no ringue e faz a sua habitual promo de abertura do show, onde ele fala sobre o que de tudo o que se passou no Chapter 36 e da nova era que está começa com este show, na PROGRESS Wrestling. Quando este vai para anunciar o primeiro combate, é interrompido pela theme song dos The Origin que fazem a sua entrada, debaixo de enormes apupos por parte do público. A stable de Nathan Cruz, El Ligero, Zack Gibson e Dave Mastiff entram no ringue e Cruz começa a falar para Smallman, dizendo-lhe que ele é um idiota por deixar os seus maiores talentos de fora dum Chapter. Este ainda exige que arranje imediatamente oponentes para eles lutarem hoje, senão, eles próprios irão fazer com que o show nem sequer aconteça.
Quem aparece para tentar lidar com os Origin são os London Riots! A “First Team of Progress” entram no ringue, debaixo de uma ovação do publico, dizem aos Origin que se quiserem de alguma forma estragar o show, eles terão que passar por eles primeiro. Uma Brawl começa no ringue e, surpreendentemente, os London Riots conseguem expulsar os quatro membros dos Origin para o ringside. Jim Smallman chama um arbitro e dá inicio ao show com um combate acabado de marcar, dois dos membos dos Origin contra os London Riots!
 


 
London Riots (James Davis & Rob Lynch) vs The Origin (Dave Mastiff & El Ligero)
Mastiff e Ligero são os membros que os Origin escolheram para enfrentar os antigos campeões de Tag Team, relembrando que foram os Riots que tiraram os titulos aos Origin no Chapter 30. No inicio do combate vimos El Ligero a troçar dos seus adversários e a conseguir sair por cima muitas vezes com a sua velocidade e agilidade muito superior aos Riots. Isto ia enfurecendo aos poucos Lynch e Davis, mas assim que estes começaram a ficar mais agressivos e a ter alguma dominância no combate, Ligero faz o tag a Mastiff que corta o ímpeto que tinham.
Ao fim de algum tempo do “Bastard” a dominar, os Riots conseguiram domar o gigante com uma série de double teams. Ligero ainda tentou intervir para ajudar o parceiro, mas acabou por ser apanhado pelos Riots e, num ato de brutalidade, jogado desde o ringue para o ringside, onde se encontravam Zack Gibson e Nathan Cruz, com uma powerbomb. Os London Riots aproveitaram este momento para fazer mais um momento que levaria o publico à loucura, Davis levantou o bisonte que é Mastiff, que pesa cerca de 150 kg, num suplex combinado com um spear de Lynch! Infelizmente para eles, com o impacto, o “Bastard” acaba por cair para o ringside, junto dos colegas de equipa que começavam agora a levantar-se.
Os Riots aproveitam que os quatro membros dos Origin estão juntos, sobem aos cantos em mais um momento para de fazer levantar os fãs das cadeiras, estes jogam-se para cima dos Origin, derrubando-os a todos, menos a Ligero que conseguiu escapar para dentro do ringue. Rob Lynch apercebe-se disso e rapidamente vai atrás do mexicano, apenas para comer com o C4L (Springboard Tornado DDT) que dá a vitória aos Origin.
 

 
Joseph Conners vs Damon Moser
Combate um pouco mais curto e equilibrado. É a estreia de Conners da Progress e uma prova de fogo para Moser, por isso, ambos mostraram que queriam vencer bastante. Joseph mostrou bastante agressividade durante a contenda, o que não agradou muito a alguns fãs, mas a maior parte até gostou do estilo do “The Rightous”, sem grande piedade para o adversário. Moser ainda teve alguns momentos em que conseguiu alguma ofensiva, mas acabou por levar com o Rightous DDT de Conners que deu a vitória ao estreante.
 

South Pacific Power Trip w/Daliah Black vs Jack Sexsmith & “Bodyguy” Roy Johnson
Combate maioritariamente dominado pelos South Pacific Power Trip que mostraram um grande trabalho de equipa. TK Cooper e Travis Banks fizeram com que Jack Sexsmith passa-se maior parte do tempo no ringue a ser dominado e a certa altura, quando Sexsmith parecia estar quase a conseguir fazer o tag no Bodyguy, Daliah Black tirou Johnson do canto que teve que se conter para não bater na namorada de TK Cooper, já Sexsmith não teve qualquer tipo de problema em dar uma chapada em Daliah que fez delirar o publico. Isso acabou por apenas enfurecer Cooper que ficou muito mais agressivo e acabou por vencer o combate para a sua equipa pouco depois com um Craddle Belly-to-Back Piledriver em Sexsmith.
 

Natural Progression Series IV 1st Round Match
Kay Lee Ray vs Alex Windsor
Mais uma pessoa a debbutar na Progress Wrestling, desta vez, uma mulher. Kay Lee Ray é uma das melhores lutadores da Europa. Já Windsor só agora é que começa a adquirir mais destaque em grandes companhias e mais experiencia em big matches. Alex é muito mais forte fisicamente que KLR por isso acaba por passar muito do combate, surpreendentemente, no domínio, mas a “Queen of Hardcore” é simplesmente superior a Windsor e acaba o seu combate em pouco tempo com Gory Bomb.
 

“Pastor” William Eaver vs Paul Robinson
O “Pastor” Bill Eaver tem uma reacção um pouco esquisita do publico. Muitos ainda não se esqueceram do acidente que aconteceu no Chapter 37 que quase pos fim à carreira de Sebastian. Todos sabem que Eaver não teve culpe e que estas coisas acontecem, mas até que ponto o “Pastor” é um lutador seguro? Robinson pareceu não se preocupar com isso, alias, ele pegou no microfone antes do combate começar e disse que não quer saber do que Eaver fez ao “Kensington Finest”, e não acredita nos rumores que andam ai de o “Pastor” ser perigoso, pois ele está de volta à Progress e ele vai mostrar a todos o que é realmente perigoso.
Robinson acaba por partir logo para cima de Eaver, sem dar tempo para este respirar. O publico apupa bastante o “Lil Pitbull” que usa muito os seus punhos para atingir o seu adversário até que certa altura cospe na cara de Willam. O “Pastor” não gostou e começou a ripostar com alguma ofensiva, mas Robinson parecia gostar de que Eaver fica-se furioso, pois era uma forma de cometer mais erros.
Robinson consegue ser um lutador incrível e bastante underrated, lutanto praticamente todos os estilos de wrestling, desde Highflying, a brawiling, a stricking e a ultra violence, conseguindo também ser um pequeno tecnicista quando está mais calmo. Ele aqui opta mais por tentar espancar o “Pastor” que parece meio afectado psicologicamente. Mas, quando Robinson ia acabar o combate com o Shooting Star Press, Eaver parece que acorda e desvia-se. Enquanto Paul está a recuperar de cair de peito em cheio no chão, o “Pastor” parece que prepara para acertar a sua Clothesline From Heaven mas, hesita. William lembra-se do que fez a Sebastian no Chapter 36 e decide não usar o seu finisher. Este momento de hesitação acaba por dar tempo a Robinson de recuperar e atingir o seu Curb Stomp para vencer o combate.
 

Depois do combate, Eaver acaba por ficar no ringue debaixo do apoio do publico que percebe que este está psicologicamente afectado com tudo o que aconteceu, mas a musica de Sebastian toca e este aparece no stage, com um colar cervical à volta do pescoço. Sebastian tem um microfone na mãe e Eaver parace que viu um fantasma! Seb diz que o que aconteceu no Chapter 36 foi tudo menos um acidente, como o “Pastor” e a PROGRESS estão a querer fazer parecer.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Sebastian faz uma shoot promo contra a companhia, criticando a forma como eles lidaram com a gravidade da lesão, revelando que eles nunca têm assistência médica nos shows e que apenas tiveram no Chapter 36 porque a O2 Academy exigiu que tal acontecesse. Sebastian critica também os fãs, dizendo que estes não sabem ficar no seu devido lugar e que eles são uns otários por ainda nem 10 minutos depois da lesão dele, já alguns estavam no Twitter a dizer que aquilo era tudo um “work”. Sebastian diz que eles são uns gordos preguiçosos filhos da mãe que não levam aquilo que ele faz a sério. Por fim, Sebastian dirige-se a William Eaver, dizendo para este não se esquecer que ele sabe um segredo sobre o “Pastor” e que um dia, irá revela-lo. E toda esta situação no Chapter 36, foi uma tentativa de o calar, mas que ainda veio aumentar a gravidade do segredo que sabe sobre o “Pastor”. Sebastian sai do stage para o backstage dizendo que um dia Eaver irá pagar por todos os pecados que cometeu e que ele irá ser o seu juiz.


Última edição por CChris em Sab Jan 14 2017, 17:25, editado 1 vez(es)
avatar
CChris
TNA Superstar

Masculino Número de Mensagens : 3871
Idade : 21
Localização : Monte Gordo, Algarve
Emprego/lazer : Estudante
Data de inscrição : 30/06/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [BOOKING] PROGRESS Wrestling

Mensagem por Mithrandir em Dom Nov 13 2016, 12:42

Boa primeira parte.Angle inicial quase obrigatório.Consigo ver Nathan Cruz e Gibson a voltarem a aparecer.
Pensava que o finisher do TK fosse um soco lol. Esse move parece o apocalipse. Rua Sexsmith.
Não acho que nenhum dos debuts tenha feito propriamente grande impacto, mas faz algum sentido tendo em conta a qualidade dos lutadores que se opõem aos estreantes.

Eaver vs. Robinson ponto alto desta primeira parte. Bom match, bom finish. Optima promo do Sebastian, curioso para saber o segredo.

Parte 2 será foda
avatar
Mithrandir
Japanese Legend

Masculino Número de Mensagens : 17486
Idade : 92
Localização : Mordor
Emprego/lazer : Hater
Data de inscrição : 27/12/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [BOOKING] PROGRESS Wrestling

Mensagem por CChris em Sab Jan 14 2017, 17:23

Desculpem lá a demora, esqueci-me mesmo disto

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Chapter 37: Suden Sense of Liberty! (Parte 2)
The Ritz, Manchester, 16/10/2016


Pete Dunne w/Trent Seven vs Shane Strickland

Uma colisão de estilos, apesar dos dois lutadores encaixarem-se no peso de cruiserweight, Pete Dunne descreve-se a si mesmo como sendo um “Bruiserweight”, ou seja, nada do que esperar do típico Cruiserweight, nada de flips ou springboards, mas sim um osso duro de roer preparado para lutar. Shane é visivelmente mais rápido e ágil que Pete, mas este faz uso da sua força e técnica para equilibrar o combate e até superiorizar-se ao Americano. Trent Seven está no ringside e manteve-se calmo maior parte do combate.
A certo ponto do combate, Strickland aplica um 450º Splash a Dunne, mas este desvia-se e Shane consegue aterrar em pé, mas acaba por cair mal e torcer o tornozelo. O “Bruiserweight” reparou nessa pequena lesão do “Killshot” e decidiu tomar partido desta. Dunne começa a atacar sem piedade o tornozelo de Shane, aplicando várias submissões que vão desgastando a zona. Strickland tenta por várias vezes conseguir alguma velocidade para dar a volta ao combate, mas acaba sempre por não conseguir devido ao pé. Dunne parece ter neutralizado Shane e maior parte da sua ofensiva.
Quando Dunne preparava-se para terminar o combate, depois de muito tempo a massacrar Strickland, com um Tombstone Piledriver, o “Killshot” rever-te com um hurricanrana que manda Dunne para o exterior. Shane usa um Springboard Body Cross para aterrar em cima do “Bruiserweight”. A adrenalina começa a tomar conta de Strickland e este esquece-se da dor no tornozelo tempo suficiente para voltar ao ringue e correr para um suicide dive que era direccionado a Pete Dunne, mas este desvia-se e Shane acaba por acertar em Trent Seven que estava ali ao lado. Dunne retorna ao ringue e Shane vem atrás deste, a toda a velocidade e pronto para continuar o combate.
Dunne tenta aproveitar que Shane está a entrar no ringue para ir para cima deste, mas Killshot acaba por conseguir conectar com um Roundhouse Kick que deixa Pete sentado. Shane sobe ao canto e prepara-se para aplicar o Swerve Stomp (um Double Foot Stomp no peito do adversário quando este está sentado), mas Trent Seven sobe ao apron para distrair Shane. Strickland pontapeia Seven na cabeça, o suficiente para o fazer cair para o chão e lança-se para o Swerve Stomp. Dunne consegue desviar-se e Shane volta a cair de pé, mas agrava a lesão que tinha no tornozelo. O “Bruiserweight” aproveita para atacar Shane por trás e aplicar-lhe um Strech Muffler para fazer Strickland desistir!
 

Rampage Brown’s Atlas Title Open Challenge
 
Rampage faz a sua entrada habitual, com o público a cantar a sua canção, sempre um momento alto dos shows de PROGRESS Wrestling. Smallman ainda pergunta ao campeão se quer dizer alguma coisa, mas este diz que não e que apenas quer lutar. Rampage mete-se no meio do ringue à espera de alguem que se atreva a aceitar o desafio e é ai que toca a theme song… dos Origin.
 
Pela segunda vez este show, a Stable heel faz o seu caminho para o ringue, sendo que mais cedo, El Ligero e Dave Mastiff derrotaram os London Riots. Nathan Cruz vem com o microfone e repete aquilo que já tinha dito no inicio do show, que Smallman não sabe gerir o talento que tem e que os Origin são os melhores lutadores actualmente na PROGRESS. Este diz que já que Smallman não se decide em dar title shots aos lutadores dos Origin, estes vão ter que aproveitar as oportunidades que surgirem e que vão fazer de Rampage Brown um exemplo.
 
Brown, que já estava farto de ouvir Cruz a falar, apanha no microfone que Smallman tinha-lhe oferecido anteriormente e diz que ele está aqui para lutar e não para ouvir Nathan queixar-se da falta de oportunidades que estes têm. Brown diz que existe uma oportunidade deste momento e que se eles quisessem, até podiam vir os quatro ao mesmo tempo contra ele que ele não se importava, era uma forma de mostrar a todos o que era capaz de fazer. Os Origin chegam mesmo a subir os quatro ao ringue depois desta provocação de Rampage, mas é Zack Gibson que se chega à frente e pede aos colegas para saírem do ringue, pois este consegue tomar conta do assunto sozinho.



Atlas Championship Match
Rampage Brown ©️ vs Zack Gibson
 
Os restantes membros dos Origin rodeiam o ringue mas Jim Smallman avisa-os desde logo que se tentarem alguma coisa, são imediatamente expulsos do ringside. Gibson está bastante confiante e começa o combate por cima até, espantando todos os presentes por conseguir superiorizar-se num teste de força com Rampage. Mas esta superioridade revela-se momentânea com Brown a ficar por cima rapidamente e a distribuir porrada em Gibson por todos os cantos do ringue.
O combate revelou-se um bocado “one-sided”, com Rampage a estar meritoriamente por cima e a desfrutar do que está a fazer, enquanto Zack Gibson vai sobrevivendo. Impressionantemente, Gibson vai se libertando dos pins, o que começa a frustrar Rampage. Os Origin, que estão do lado de fora, vão dando apoio ao seu colega, mas este implora que estes não façam nada porque este quer demonstrar a todos que consegue derrotar Brown sozinho.
A certa altura, Rampage está pronto para acabar o combate com o seu Piledriver, mas Gibson consegue reverter e mandar Brown por cima da corda para fora do ringue. Zack cai para cima do arbitro, distraindo este enquanto Nathan Cruz, El Ligero e Dave Mastiff começam a distribuir porrada no Atlas Champion. Jim Smallman vem imediatamente tentar acabar com a situação mas Mastiff mete-se à frente deste e impede a sua passagem. Enquanto isso Zack continua no ringue a falar com o arbitro. Ao fim de algum tempo, Cruz e Ligero lá mandam Rampage de volta ao ringue e Gibson ri-se, gritando para o público se estes pensavam mesmo que ele iria jogar limpo, que eles fazem tudo para ganhar e chama ainda de idiotas para aqueles que caíram no lado bom dele, isto enquanto avança para o cover, mas Brown ainda não está batido e sai ao 2, deixando todos os Origin incrédulos. Jim Smallman aproveita para pegar num microfone e dizer aos Origin para estes saírem do ringside pois estão expulsos pelo o que acabaram de fazer. Gibson fica em pânico, mas Cruz tenta acalmar este dizendo que vai ficar tudo bem e que este consegue derrotar Rampage.
Zack apressa-se a tentar prender o seu Shankley Gates, mas Rampage consegue rapidamente reverter graças à sua força, mandando Gibson às cordas e aplicando uma potentíssima clothesline que deixa o “Liverpool’s Number One” atordoado. Brown volta à dominância e prepara-se para aplicar o seu Piledriver, quando Ligero ataca este pro trás com um o C4L e o árbitro acaba o combate por DQ.
Todos os membros dos Origin estão agora no ringue a fazer um beatdown em Rampage Brown. Gibson ainda está a tentar recuperar, enquanto Dave Mastiff levanta Brown e aplica-lhe uma Discuss Lariat. Rampage fica de joelhos, o publico fica espantado como é que ele não ficou KO depois deste move devastador do “Bastard”, até o próprio fica impressionado, mas Ligero vai às cordas e volta a aplicar o C4L! Desta vez, Brown fica no chão, mas ainda mostra sinais de vida. Zack Gibson aplica agora o Shankley Gates em Rampage. Chegam vários árbitros e assitentes para tentar parar os Origin, mas Dave Mastiff e Ligero ameaçam começar a distribuir porrada aqueles que se atreverem a aproximar. Gibson prende a sua submissão até Rampage ficar inconsciente, o que ainda demora um bocado. Quando Rampage já não responde, Mastiff volta a levantar o Atlas Champion e com a ajuda de Gibson, colocam o corpo de Rampage nos ombros de Nathan Cruz para o líder dos Origin aplicar o seu Showstolen.

Os Origin ficam de pé sobre o corpo de Rampage e Cruz agarra num microfone. Este diz que até agora eles têm sido pacíficos em comparação com aquilo que irão fazer daqui para a frente. Nathan diz que a era de domínio dos Origin vai começar agora e que a PROGRESS é melhor preparar-se para isso, pois já que não respeitaram aqueles que estão aqui desde o primeiro show, aqueles que elevaram a companhia às suas costas e que nunca receberam os louvores que pessoal como Rampage Brown ou até mesmo o PROGRESS Wrestling Champion, Mark Haskins, estão a receber, eles irão fazer com que os respeitem. Cruz deixa o ringue, acompanhado dos Origin e saiem pelo stage.


 
Nº1 Contender ao PROGRESS Wrestling Title 3-Way Match
Joe Coffey vs Mark Andrews vs Marty Scurll

O combate começa com um Marty Scurll furioso apos perder o titulo no Chapter 36 devido à interferência de Jimmy Havoc. Marty limpa o ringue com Lariats e Knee Smashs, sendo que tenta de seguida acabar o combate cedo aplicando o Chikenwing em Joe Coffey, mas o Ironman é demasiado forte e manda Scurll a voar para as cordas e, quando este volta, aplica-lhe o seu Aw Ra Best Fur Tha Bells (Discuss Lariat), fazendo com que Scurll caia para fora do ringue. Durante algum tempo, vimos apenas Mark Andrews e Joe Coffey, com Andrews a trazer a velocidade e agilidade ao combate e com Coffey a conseguir, surpreendentemente, acompanhar o “White Lightning” em algumas sequências, mostrando ao publico a enorme versetalidade do “Ironman”. Mas, a certa altura, Coffey fica um pouco frustrado de Mark ser mais rápido que ele e começa a usar a sua força, apanhando Andrews a meio do ar e aplicando-lhe um devastador German Suplex para a contagem de 2 no cover.
Scurll volta ao ringue por esta altura e aproveita que está mais fresco para começar a distribuir manobras nos dois oponentes: corre num míssil dropkick para Coffey que o atira ao canto, apanha Andrews numa tentativa de Hurricanrana para lhe aplicar um Jacknife Powerbomb e corre de seguida para o canto contrário ao de Coffey e lança-se num Running European Uppercut ao Ironman. Coffey ainda não cai e o “Villain” aplica um Gotch Style Piledriver neste para o cover, mas Joe livra-se ao 2. Scurll não desiste e levanta Coffey para tentar aplicar-lhe o Falcon Arrow, mas Coffey consegue reverter e levantar Scurll na posição de Suplex, mas o Villain, numa demonstração impressionante de agilidade, consegue escorregar pelas costas de Coffey de forma a aplicar-lhe o Chikenwing! É a segunda vez que vemos o Villain a aplicar o Chikenwing neste combate e ainda temos pouco tempo deste!
Mark Andrews vem fazer o save com um enzuigiri em Scurll, mas o Villain recusa-se a largar Coffey e mantem o Chikenwing preso. O Ironman começa a desfalecer e Mandrews decide ir ás cordas e conecta com um Missel Dropkick em Coffey de forma a este ir contra o canto e faz com que Scurll fique esmagado entre o canto e o corpo de Joe. Mandrews conecta com uma Cannonball em Coffey, afectando também Scurll. O Ironman acaba por cair para o lado de fora e Mandrews joga-se num segundo Cannonball, fazendo Scurll cair no meio do ringue. O White Lightning sobe ao canto e lança-se num Shooting Star Press que conecta! Cover, 1, 2… mas Scurll consegue escapar e o combate está a aquecer a um ritmo frenético!
O combate continua com os três homens a trocarem a dominância e moves entre si. Scurll continua a todo o gás, tentando prender o Chikenwing sempre que pode, Mandrews trás a velocidade sempre que pode mas é claramente Coffey que vai ditando o ritmo do combate. No final, vemos os três homens esgotados ao final de vinte e poucos minutos de muita acção e o público ao rubro. Por certos momentos, o público chega mesmo a esquecer-se de tudo o que Scurll fez no último ano e apoia o Villain. Este passou o resto do combate a trabalhar os braços e o pescoço dos adversários de forma a preparar o seu finisher e isso deu resultado. No final, Joe Coffey aplica um tremendo Aw Ra Best Fur Tha Bells em Mark Andrews que até faz este dar uma volta no ar, mas Scurll, que estava fora do ringue, entra e aplica um Graduation no Ironman e joga-o para o ringside e aplica o Chikenwing a um Andrews quase inconsciente. O White Lightning apaga completamente e o arbitro para o combate, dando a vitória a Scurll.

Depois do combate, Scurll pega no microfone debaixo de aplausos do público devido ao excelente combate que acabaram de assistir, mas o Villain cala-os logo dizendo que ainda no Chapter passado estavam a aplaudir quando Havoc espetou um Acid-Rainmaker nele e fez-lhe perder o título, e que agora estão a aplaudi-lo por fazer aquilo que sempre fez: ser o melhor lutador de wrestling do Reino Unido e do Mundo. Marty diz que Haskins tem algo que não lhe pertence e que no Chapter 38 este irá reaver o seu Progress Wrestling Title. Quanto a Havoc, este que volte a aparecer se tiver os tomates para tal, se quiser, que seja no Chapter 38, mas avisa que desta vez estará preparado. Scurll diz que os fãs são uns hipócritas de memória curta, pergunta se já se esqueceram de tudo o que Havoc fez no passado apenas porque este o atacou. Marty aproveita para gozar com o publico dizendo que “é por causa de pessoas horríveis como vocês que eu parto os dedos aos meus adversários!”. Scurll termina dizendo que no próximo Chapter ele irá tornar-se campeão da companhia pela terceira vez e que nem Haskins nem Havoc poderão fazer alguma coisa para o deter. Isto claro, se Haskins conseguir sobreviver ao mais letal wrestler do mundo, o seu melhor amigo… Zack Sabre Jr.!

 
PROGRESS Wrestling Title Match
Mark Haskins ©️ vs Zack Sabre Jr.

Haskins é o novo campeão da PROGRESS Wrestling e Sabre Jr. é o primeiro homem a desafiar ao titulo do novo campeão depois de derrotar Tommaso Ciampa num dos melhores combates do ano no Chapter 36. O combate começa com uma demonstração de respeito entre ambos os lutadores e de seguida estes começam a estudar-se um ao outro. O Chain wrestling começa e apesar de Sabre Jr. ser apelidado de “Technical Wizard”, Mark Haskins não lhe fica atrás e consegue equiparar-se a um dos melhores do mundo actualmente. Sabre começa por focar-se no braço esquerdo de Haskins, aproveitando a lesão antiga do campeão que o tem assombrado à largos meses. Sabre faz uso do seu vasto arsenal de submissões para ir castigando o braço do campeão de modo a preparar o seu Armbar.
Haskins consegue contra-atacar maior parte das investidas com ataques rápidos e contra-submissões, mas a verdade é que este está a ter dificuldade em montar um ataque e é Sabre que está a jogar com o campeão. Depois de “brincar” um pouco com Haskins, Sabre faz uma grande investida e tenta prender o Armbar, mas Haskins consegue reverter e prender o seu Star Armbar (Bridging Fujiwara Armbar), Sabre consegue de imeditado chegar às cordas mas percebeu que não pode continuar a subestimar o “Underrated”.
Começa uma troca de manobras entre os dois lutadores, com Zack Sabre Jr. a ser mais agressivo e quase que a tentar fazer bullying a Haskins, mas Mark acaba sempre por ripostar e surpreender o “Technical Wizard”. A certa altura, os dois entram numa troca de socos e cotoveladas, com, surpreendentemente, Sabre a levar a melhor e a conseguir sentar Haskins depois de um Discuss Elbow Smash. Sabre vai às cordas e tenta acabar o combate com um Penalty Kick, mas Haskins mostra que está atento e agarra a perna de Sabre, fazendo-o cair e rolando por cima desta para rapidamente prender o Strech Muffler! Haskins puxa Zack para o meio do ringue e deita-se no chão, colocando todo o seu peso na perna de Sabre Jr. de forma a que este não consiga chegar ás cordas. No entando, Sabre consegue rodar por cima de Haskins e prender um pin que obriga Haskins a ter que largar a submissão. Momento tremido de Zack que podia ter perdido aqui o combate. Mark não deixa Sabre Jr. respirar e atira-o para o canto com uma rajada de pontapés. Sabre tenta lançar-se num running european Uppercut mas Haskins apanha Sabre a meio do ar e prender o Full Nelson para acertar com um Bridging Dragon Suplex seguido de um cover que quase faz Sabre perder o combate mais uma vez!
Mark Haskins fez e muito bem o seu trabalho de casa, tendo sempre algo para contra atacar as ofensivas de Sabre. Zack está a ficar frustrado por não conseguir atingir nenhuma das suas manobras de alto impacto e começa a fazer uma serie de erros que cada vez mais vão expondo o “Techincal Wizard”, até que Sabre decide inovar e tomar riscos. Sabre começa a usar mais dos seus punhos, cotovelos, joelhos e pontapés para desacelerar o campeão e atordoa-lo para poder prender melhor as submissões, mas Haskins é dos lutadores mais versáteis actualmente e entra no jogo de Zack, superando-o e atingindo Sabre com um Jumping High Knee seguido de um potentíssimo Superkick. Zack não tomba, por pouco, mas fica a tremer que nem varas verdes. Haskins agarra no braço do “Technical Wizard” e parece que quer deita-lo a baixo para prender o seu Fujiwara Armbar, mas Mark sabe que Zack sabe muito bem contra-atacar essa manobra por este ser o mesmo finisher de Ciampa e os dois tiveram um grande combate no ultimo chapter, logo Sabre está preparado para ela. Mark puxa o adversário para si e volta a atingir um Jumping High Knee e de seguida levanta Sabre nos seus ombros, conectando com um Michinoku Driver para acabar o combate!
O combate acaba com os dois lutadores no chão, completamente exaustos e o publico de pé a aplaudir ambos. Haskins é o primeiro a levantar-se e começa a celebrar a sua vitória e a sua primeira defesa do título. Sabre levanta-se também e está bastante desiludido, mas acaba por mostrar o seu respeito pelo novo campeão da PROGRESS estendendo a mão a Haskins e levantando-lhe o braço. Zack sai do ringue aplaudindo Mark e este fica no ringue a festejar a vitória… mas não por muito tempo. Marty Scurll entra no ringue sem o campeão se aperceber e ataca-o por trás com uma sombrinha. Scurll acaba por partir a sombrinha no ombro lesionado de Haskins e agrava ainda mais a lesão. Para terminar, Marty prende o Chikenwing até Haskins desfalecer por completo e ficar inconsciente. O Show termina com Scurll de pé, com um pé em cima do corpo do campeão e as duas mão levantadas: numa, a sombrinha que partiu à pancada no ombro de Mark e, na outro, o titulo da PROGRESS Wrestling.
avatar
CChris
TNA Superstar

Masculino Número de Mensagens : 3871
Idade : 21
Localização : Monte Gordo, Algarve
Emprego/lazer : Estudante
Data de inscrição : 30/06/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [BOOKING] PROGRESS Wrestling

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum