FPW: Fórum de Pro Wrestling



O FPW, Fórum de Pro Wrestling, é uma comunidade com mais de oito anos constituída por centenas de users cujo o assunto que os liga é o wrestling! Temos os últimos shows, PPV's, passatempos, debates, votações, e ainda uma vasta zona multimédia. Para teres acesso a tudo isto, só necessitas de te registar! Junta-te a nós.

[FM 2017] Quebrar o jejum v2

Página 3 de 13 Anterior  1, 2, 3, 4 ... 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: [FM 2017] Quebrar o jejum v2

Mensagem por Vyktor_HHH em Dom Jan 08 2017, 11:20

Percebo o que passas que eu passei pelo mesmo na primeira época. É uma questão de ajustares as instruções às características dos teus jogadores. E como Gelson a 100% vai ser bem mais fácil.

Gosto das descrições, tornam fácil ler. Mas também só são possíveis com a piada do Sporting

Vyktor_HHH
WP Superstar

Masculino Número de Mensagens : 387
Idade : 24
Localização : Vale de Cambra
Emprego/lazer : Talhante
Data de inscrição : 05/04/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2017] Quebrar o jejum v2

Mensagem por Rafa em Ter Jan 10 2017, 19:38


Dezembro de 2016 - Janeiro de 2017:


Há três jogos sem marcar, fomos a Arouca com fome de golos. Mas os meninos de África também têm fome e não é por isso que a conseguem matar. O mesmo aconteceu connosco, em Arouca, na primeira parte. Dominamos e tentamos marcar mas não conseguimos. Na segunda parte, beneficiamos de um penalty (falta sobre Rúben Semedo) e Adrien não desperdiçou. O golo foi aos 49 minutos. Até aos noventa, foi mais engonhanço. Durante o jogo, o Arouca ainda enviou duas bolas à trave que estavam, evidentemente, controladas por São Patrício. Já no final, Adrien lesionou-se e conheceu uma paragem por x semanas. Que se foda o Adrien, temos o Elias!

E temos mesmo. O brasileiro inaugurou o marcador frente ao Braga, à passagem da meia-hora num jogo em que fizemos uma exibição bastante sólida. Gelson estreou-se a titular esta época e foi ele que assistiu Elias. No segundo tempo, mais um golo. Bryan Ruiz cruza a bola, que bate em Bakic e entra na baliza. Vitória tranquila frente aos lampiões do norte.

Contra o Vitória, aproveitamos a fatídica viagem que o nosso adversário fez desde a fronteira ibérica para sentenciar o jogo, logo no primeiro tempo. Matheus Pereira foi o homem do jogo, ao ter bisado (marcou aos 29 e aos 37 minutos). De livre direto, ainda antes do intervalo, Jefferson bateu Miguel Silva. Na segunda parte, limitamo-nos a gerir tranquilamente.




Para além das três vitórias, destaca-se o registo defensivo imaculado. O jogo com o Vitória representou a nona partida consecutiva sem sofrer golos, em jogos a contar para o campeonato.

Ofensivamente, fomos mais assertivos nos últimos dois jogos e, se mantiver este registo, já fico satisfeito.

Apesar dos bons resultados, continuamos na perseguição ao FC Porto, que venceu o Benfica na Luz, por 0-3. As lamparinas continuam a desiludir, estando a 11 pontos de nós, embora tenham um jogo a menos. "Espero que se consigam reerguer. Fazem falta ao futebol português."
avatar
Rafa
Moderador
Moderador

Masculino Número de Mensagens : 27385
Idade : 23
Localização : Viana do Castelo
Emprego/lazer : Stunned!
Data de inscrição : 28/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2017] Quebrar o jejum v2

Mensagem por Dr. Eira em Ter Jan 10 2017, 20:17

Jogos positivos frente ao Braga e Guimarães.

Por curiosidade como tem sido a posse de bola?
(ao começar o meu save vi-me com dificuldades, posse de bola acima dos 60% mas as oportunidades de golo eram poucas).
avatar
Dr. Eira
FPW Hall Of Famer
FPW Hall Of Famer

Masculino Número de Mensagens : 32650
Idade : 25
Localização : Barcelos
Emprego/lazer : Otaku
Data de inscrição : 23/12/2008

http://fpwrestling.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2017] Quebrar o jejum v2

Mensagem por Rafa em Ter Jan 10 2017, 21:37

Sou a equipa com maior média de percentagem de posse no campeonato (55,88%). Porém, numa primeira fase era algo inconsequente. Acabei por retirar a opção de "Passe Curto", mantendo ordens para explorar o centro do terreno e a equipa acaba por parecer mais objetiva, mantendo na mesma a posse. A não ser que autocarro esteja a chatear muito, aí recorrer aos flancos pode ser um plano B.

Em grande parte dos jogos, não vinha a criar muitas oportunidades como, aliás, tem sido possível vocês verificarem nos resumos dos jogos e no número de golos marcados que temos. Também fui acertando a tática aqui e acolá e era normal que a equipa demorasse a adaptar-se. Agora, que já vou mudando pouca coisa, temos vindo a subir de nível e acredito que na segunda volta o nosso desempenho tenda a melhorar, também a nível de oportunidades de golo.

Aconselho-te a treinares o movimento atacante na preparação para o jogo (pelo menos, contra equipas de nível inferior, como são quase todas no campeonato), se a tua equipa não tiver grandes problemas defensivos. Também deve ajudar.
avatar
Rafa
Moderador
Moderador

Masculino Número de Mensagens : 27385
Idade : 23
Localização : Viana do Castelo
Emprego/lazer : Stunned!
Data de inscrição : 28/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2017] Quebrar o jejum v2

Mensagem por Dr. Eira em Ter Jan 10 2017, 23:50

Não é que sofra muitos golos mas é chato estar a controlar totalmente um jogo em termos de posse e não estar a conseguir marcar golos ou marcar apenas um e ter de sofrer até ao apito final.

Agradeço as dicas
avatar
Dr. Eira
FPW Hall Of Famer
FPW Hall Of Famer

Masculino Número de Mensagens : 32650
Idade : 25
Localização : Barcelos
Emprego/lazer : Otaku
Data de inscrição : 23/12/2008

http://fpwrestling.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2017] Quebrar o jejum v2

Mensagem por Rafa em Ter Jan 17 2017, 01:24


Janeiro de 2017 - Fevereiro de 2017:


Em jogo de Taça, fiz alguma rotação no plantel. Deixei no banco jogadores importantes como Rúben Semedo e William e a exibição esteve longe de ser deslumbrante. Porém, estivemos sempre por cima e o golo acabou por chegar, por intermédio de Bryan Ruiz, na segunda parte. Ter sido de penalty foi um mero pormenor. No sorteio das meias-finais, fomos felizes, já que nos calhou o Benfica. O caminho parece livre até à final.

Jogo bastante fraco contra o Paços de Ferreira. Depois de uma primeira parte amorfa, sofremos dois golos e parecia que íamos voltar às derrotas. Nos últimos 20 minutos fomos para cima, coloquei dois avançados em campo, e Bas Dost e Castaignos empataram a partida. Não deu para chegar à vitória e acabamos por perder terreno.

Mais uma primeira parte para tirar um bom sono frente ao Chaves. Na segunda parte, voltei a apostar no sistema com dois avançados, que deu frutos. Castaignos, que entrou no início do segundo tempo, inaugurou o marcador e a equipa sentiu-se mais confiante, partindo para uma boa exibição. O segundo golo surgiu por intermédio de Paulo Oliveira, na sequência de um canto. Entretanto, o Porto não foi para além de um empate frente ao Moreirense. Voltou tudo ao normal.

Depois de dois jogos desbloqueados por uma mudança tática, arrisquei entrar com dois avançados frente ao Tondela e os resultados deram-se. Massacramos o adversário na fase inicial, criamos imensas oportunidades, mas não conseguíamos marcar. Nem de penalty, já que Jefferson decidiu mandar a bola para as nuvens. Apenas na segunda parte conseguimos marcar, por Matheus Pereira, depois de uma assistência de Joel Campbell, e por Bas Dost, novamente de penalty, após queda na área, também de Joel Campbell.

Estava na hora de um dos jogos mais importantes da época. Recebíamos o FC Porto, com um ponto de atraso e uma vitória podia catapultar-nos para uma liderança que jamais seria perdida, estava em crer. Decidi, para este jogo, voltar ao 4-3-3, para ganhar o meio-campo. Entramos mais fortes e, aos 17 minutos, Coates inaugurou o marcador, após um canto batido do lado direito, por Bryan Ruiz. O jogo continuava nosso mas foi este o resultado com que fomos para o intervalo.

Na segunda parte, viríamos a marcar, novamente de bola parada. Desta vez, foi Rúben Semedo a bater Casillas, aos 64 minutos. Com 25 minutos para jogar, estava confiante que ganhava, porém, começou o pesadelo. Aos 67 minutos, Alex Telles reduziu e, pouco depois, André Silva empatou. A defesa foi abrindo buracos e na reta final do encontro, o Porto matou-nos. Primeiro foi Rúben Neves, de livre, e, já nos descontos, Coates voltou a marcar mas na própria baliza. Vergonhoso.





A derrota com o Porto foi uma vergonha. Podíamos estar em primeiro, agora estamos a depender deles para chegar ao título que, sinceramente, não o merecemos, se continuarmos tão irregulares, no que toca à qualidade exibicional. Faltam treze jogos, serão treze finais e, tal é a nossa falta de hábito a disputar alguma coisa, nem os pobres coitados devem saber o significado de final. Vamos lá ver.
avatar
Rafa
Moderador
Moderador

Masculino Número de Mensagens : 27385
Idade : 23
Localização : Viana do Castelo
Emprego/lazer : Stunned!
Data de inscrição : 28/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2017] Quebrar o jejum v2

Mensagem por Dr. Eira em Ter Jan 17 2017, 22:26

Derrota difícil frente ao Porto, ainda há muito campeonato mas se continuares instável não vais lá.
avatar
Dr. Eira
FPW Hall Of Famer
FPW Hall Of Famer

Masculino Número de Mensagens : 32650
Idade : 25
Localização : Barcelos
Emprego/lazer : Otaku
Data de inscrição : 23/12/2008

http://fpwrestling.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2017] Quebrar o jejum v2

Mensagem por Rafa em Qua Jan 18 2017, 21:53


Antes de avançar, esqueci-me de falar do mercado de inverno na atualização anterior. Devido à lesão de Markovic e consequente término do empréstimo, fui obrigado a ir ao mercado. Fui buscar o Kelvin ao FC Porto, já que não fazia parte dos planos do melhor artista português contemporâneo. Custou-me 725 mil euros. Em princípio, sai no fim da época, veio para remendar. Também contratei o Coates, em definitivo, por 5 milhões.

Caminho inverso seguiu o André Balada. O brasileiro disse-me que não estava a gostar nem do ambiente do Urban nem do Main e, portanto, vendi-o ao Saint-Étienne por 2,5 milhões.

Fevereiro de 2017:


Sem William, suspenso, recebemos o Villarreal para iniciar uma eliminatória que se avizinhava difícil. Entramos bem no jogo, com um golo de Castaignos, a responder da melhor forma a um cruzamento de Jefferson. A partir daí, mostramos todo o nosso poderio ofensivo ao mantermos o 1-0 até final. Durante o jogo, Bryan Ruiz lesionou-se.

Depois do redondo falhanço contra o Porto, sabia que não havia margem para fazer grande rotação no jogo frente ao Marítimo. Fui com as vedetas todas e massacramos o adversário sem, no entanto, marcarmos golos. Na primeira parte, Gelson, que estava a ser o melhor em campo, lesionou-se e entrou Joel Campbell. No passa nada, na segunda parte voltamos à carga e Matheus acabou por marcar, depois de um cruzamento de Mayke. Quando já só queríamos que acabasse o jogo, o brasileiro voltou a ser protagonista, desta vez para assistir Bas Dost que, miraculosamente, marcou um golo.

A segunda mão da eliminatória frente ao Villarreal correu pessimamente. A primeira parte foi equilibrada mas só houve golo do lado dos espanhóis. Cédric Makambu foi o autor do golo e o mesmo jogador destruiu a nossa equipa no último quarto de hora. Fez o 2-0 aos 77 minutos e os riscos que corri depois desse golo proporcionaram apenas e só o hat-trick do avançado. Estamos fora da Liga Europa.

Entramos no jogo frente ao Feirense, com a possibilidade de reduzirmos a desvantagem pontual para o Porto, que tinha perdido com o Nacional. Entramos mal e até podíamos ter sofrido, mas fomos felizes, aos 17 minutos, depois de Joel Campbell aproveitar um ressalto na área e marcar o golo. A partir daí, foi um jogo pobre, sem mais golos. Ficou, porém, uma sensação de fragilidade defensiva, que não tem sido habitual na maior parte dos jogos. Va




A equipa continua uma desgraça no capítulo ofensivo mas lá vencemos os dois últimos jogos para o campeonato e reaproximamo-nos do Porto. Nestes dois jogos para o campeonato, tal como nos jogos para a Liga Europa, voltei ao 4-3-3, depois de ter apostado no 4-1-3-2 em alguns jogos, na atualização passada.

Pena a eliminação da Liga Europa, mas, pelo menos, podemo-nos focar no campeonato. Quando o último treinador que por aqui passou achava isso, correu maravilhosamente.
[/quote]
avatar
Rafa
Moderador
Moderador

Masculino Número de Mensagens : 27385
Idade : 23
Localização : Viana do Castelo
Emprego/lazer : Stunned!
Data de inscrição : 28/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2017] Quebrar o jejum v2

Mensagem por Dr. Eira em Qui Jan 19 2017, 17:58

Ainda muito colado ao Porto mas da forma como estás a tremer acho que ainda vais deixa-lo fugir.
avatar
Dr. Eira
FPW Hall Of Famer
FPW Hall Of Famer

Masculino Número de Mensagens : 32650
Idade : 25
Localização : Barcelos
Emprego/lazer : Otaku
Data de inscrição : 23/12/2008

http://fpwrestling.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2017] Quebrar o jejum v2

Mensagem por Rafa em Qui Jan 19 2017, 23:57


Março de 2017:


Fomos a Carnide jogar a primeira mão das meias-finais da Taça e entramos mal no jogo, com as galinhas pressionantes. Fiz alguns ajustes táticos e fiquei por cima do jogo. O jogo foi decorrendo sem golos, um resultado que não me satisfazia, totalmente. Aos 84 minutos, Castaignos acabou por inaugurar o marcador e Adrien, de penalty, poucos minutos depois, fez o segundo. Jogo ganho e eliminatória muito difícil de virar. Assim vai Rui Vitória.

Depois da vitória contra o Benfica, só podíamos manter o bom momento no campeonato. Só que voltamos a ser Sporting, em Vila do Conde. Não bastou perdermos sem jogar nada como o único golo do encontro foi marcado pelo pino do Roderick. Pouco fizemos para dar a volta ao jogo. Pelo menos, o Porto empatou e não fugiram muito.

Uma exibição completamente inócua contra o Estoril irritou-me profundamente. Não conseguimos criar uma oportunidade de golo decente. Valeu-nos São Xistra a marcar um penalty aos 90, concretizado por Adrien. Estamos mais mortos do que vivos mas siga.

Para acabar março, recebemos os nossos fregueses favoritos, desta vez para o campeonato e a coisa ficou feita para o meu amigo Rui Derrota. O jogo foi de sentido único e o pobre do Eliseu ainda deve estar no estádio à procura do Gelson. O menino inaugurou o marcador e esteve em vários lances perigosos da nossa equipa, tal como o outro menino Matheus. Para além dos endiabrados, houve a classe de Ruiz e Adrien a liderarem o meio-campo. O português fez duas assistências e o costa-riquenho fez o nosso segundo golo, que nos deu tranquilidade para entrar na segunda parte.

Nos segundos 45 minutos, continuou a depenação total. Jardel fez um auto-golo, Castaignos fez o 4-0 e Bryan Ruiz voltou a marcar, desta vez de penalty, para fechar a contagem. Cinco golos sem resposta no derby. Entretanto, o Porto empatou, o que nos permitiu passarmos a estar em igualdade pontual, na luta pelo título.




Isto de ter espetado cinco batatas na lampionagem foi muito bonito mas já vi este filme acontecer, inclusive ainda este mês, depois de termos vencido na Luz para a Taça. Jogamos muito mas depois podemos fazer uma exibição miserável, a qualquer momento, como aconteceu contra o Rio Ave e Estoril. Estamos, agora, em igualdade pontual, com o Porto, a oito jornadas do fim do campeonato. Vamos embora!
avatar
Rafa
Moderador
Moderador

Masculino Número de Mensagens : 27385
Idade : 23
Localização : Viana do Castelo
Emprego/lazer : Stunned!
Data de inscrição : 28/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FM 2017] Quebrar o jejum v2

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 13 Anterior  1, 2, 3, 4 ... 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum