FPW: Fórum de Pro Wrestling



O FPW, Fórum de Pro Wrestling, é uma comunidade com mais de oito anos constituída por centenas de users cujo o assunto que os liga é o wrestling! Temos os últimos shows, PPV's, passatempos, debates, votações, e ainda uma vasta zona multimédia. Para teres acesso a tudo isto, só necessitas de te registar! Junta-te a nós.

Os melhores combates de 2018

Página 6 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ir em baixo

Re: Os melhores combates de 2018

Mensagem por CChris em Qui Jan 25 2018, 14:59

Rev Pro High Stakes 2018

Aussie Open vs LiJ (Sanada & Evil)
Os Aussie Open são uma equipa que têm me vindo a conquistar nos ultimos tempos. Mark Davis e Kyle Fletcher têm estado a criar um bom buzz no Reino Unido, andando a dar bons combates tanto na Rev Pro como na PROGRESS. Aqui têm um dos seus maiores testes até à data, enfrentando a equipa dos IWGP Heavyweight Tag Team Champions e estando à altura de tal.
Pá, eu não sou o maior fã do mundo do Kyle Fletcher, tenho o mesmo problema com ele que o Ribeiro tinha com o Sabre Jr., nomeadamente o fisico. O puto é magro demais e dá-me impressão imensa, ainda por cima quando o seu parceiro de tag team é um monstro como o Mark Davis. Já esse mesmo, o Mark, deve ser dos gajos que ando a curtir mais de ver, dos melhores big mans do Reino Unido atualmente, bastante fun de se ver e o homem é uma besta. 
O combate em si foi muito giro, com os LiJ a terem o papel de os claros favoritos que estavam kinda a menosprezar a equipa menos conhecida, mas por momentos a serem surpreendidos, em especial pela força bruta do Davis, vendo a derrota à frente dos olhos por uma ou duas ocasiões. Curti imenso da quimica do Evil e do Sanada no combate, não tinha reparado ainda que eles funcionavam tão bem juntos e o combate desenrolou-se sempre a um ritmo bastante cool, nunca houve momentos mortos que ficasse aquele ambiente akward, as pausas para respirar era sempre nos momentos exatos e conseguiram contar uma história kinda genérica mas cool com boa ação. Nada do outro mundo, mas muito agradável de se ver.
8


Mark Andrews vs Will Ospreay
Lembram-se do Ricochet vs Ospreay, o primeiro? Ya, é tipo isso. Um combate bastante curto (nem chegou aos 10 minutos) entre dois dos melhores highflyers do mundo, num sprint bem giro onde ambos mostram as suas melhores cenas. Pá, se estão à espera de história e psicologia, caguem. Acho que o unica coisa que podem apanhar aqui é o facto de ambos se conhecerem tão bem, por toda a história que têm em comum, que conseguem fazer reversals atrás de reversals, antecipando manobras e assim. Um bom combatezinho pro fun mas nada demais. No entanto, há coisas aqui sicks de ficar a pensar como raio este pessoal consegue fazer estas coisas. E, btw, é impressão minha ou o Ospreay anda a ficar grande? 
7


Undisputed British Tag Team Titles
Moustache Mountain vs Suzuki-gun (Sabre Jr. & Minoru Suzuki)
Nunca pensei que um duo de Suzuki e Sabre Jr. combinassem tão bem. Os dois fazem uma equipa incrivelmente temida, com ambos a serem totais serial killers nos seus estilos respectivos e a agressividade que Sabre tem vindo a ganhar no ultimo ano, muito graças ao seu envolvimento com Suzuki e a Suzuki-gun, tem estado a fazer maravilhas ao homem. 
Combate muito bem trabalhado, com as duas equipas muito fortes. Tyler Bate vs Minoru Suzuki é daquele combates que eu nunca percebi que queria até ver os dois no mesmo ringue. Bookem isso sff. 
Muita ação stiff as fuck, com o Suzuki a ser o psicopata do costume a rir na cara de Bate e Seven. A comedia de Trent com a agressividade de Suzuki encaixaram imensamente bem e foi delicioso ver algumas interações aqui. 
Muito fixe mesmo
8.5

A ROH que aprenda com a Rev Pro como usar a sua parceria com a NJPW.
avatar
CChris
IWGP Junior Heavyweight Champion

Masculino Número de Mensagens : 4763
Idade : 21
Localização : Monte Gordo, Algarve
Emprego/lazer : Estudante
Data de inscrição : 30/06/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os melhores combates de 2018

Mensagem por PoD em Qui Jan 25 2018, 16:32

- Johnny Gargano VS Velveteen Dream (WWE NXT 24 Jan)

post actualizado
avatar
PoD
ROH World Champion

Masculino Número de Mensagens : 2281
Idade : 30
Localização : nest
Emprego/lazer : Irónico
Data de inscrição : 09/05/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os melhores combates de 2018

Mensagem por CChris em Qui Jan 25 2018, 23:54

EVOLVE 98

AR Fox vs Matt Riddle
Uma das coisas que mais gosto neste tipo de combates curtos é que os lutadores podem fazer sprints loucos, cheios de ação, reversals e mostrar as suas melhores qualidades, escondendo assim os seus pontos mais fracos. Não estou a dizer que Riddle e Fox são maus lutadores, até porque Riddle é das melhores cenas das independentes de momento, já do Fox não tenho grande opinião porque nunca vi muito dele. 
O combate foi isso, um sprint com ambos os lutadores a mostrarem as suas melhores cenas e com spots fixes e malucos. Mas não foi mais que isso. Bom pacing, acabaram o combate quando tinham que acabar, souberam aproveitar o heat do crowd para atingir um bom climax e terminar bem. 
Btw, gosto desta cena do Riddle andar a fazer campanha para não haver Rope Breaks. Isso seria uma coisa fixe para adicionar à EVOLVE.
7

Evolve Title
Zack Sabre Jr. vs Darby Allin
Grande combate! Sinto que este pode ter sido a performance da vida do Darby. O puto que começou por ser o saco de pancada do Ethan Page, hoje está feito num homem e num sr. lutador. Sim senhor. O Sabre também quando entra em modo "já me estou a passar da cabeça contigo, perdi a paciência, vais morrer", é bruto. Combate muito bom, grande história de underdog, o Darby excelente em tudo, curti imenso de certos toques de expressões faciais ou aquela cena das chapadas. Muito bom.
8.5



EVOLVE 99


Jaka vs Matt Riddle
É um combate fixe mas nada mais que isso. O Jaka tem estado a receber destaque na EVOLVE, com vitórias sobre Sabre Jr. e Keith Lee (os dois grandes campeões da companhia) e, por isso, o homem tem vindo a receber mais atenção ultimamente. Eu curto dele, alias, eu ando a curtir imenso desta vaga de gajos grandes que anda a acontecer no Wrestling. E o Jaka é capaz de ser dos "Big Lads" mais ageis atualmente, sem ser ao estilo de Jeff Cobb que parece demasiado over the top. O gajo faz-me até lembrar um Umaga, mas mais magro e melhor, ya. 
O Combate foi fixe, foi escalando ao longo do tempo e terminou de forma muito porreira (O Jaka a sangrar do nariz enquanto o Riddle estava a dar-lhe as cotoveladas na cara foi sick). Bom ritmo, mas nada por ai alem, o suficiente para ser um bom combate.
7.5


WALTER vs Zack Sabre Jr.
Pá, o WALTER é um monstro, ponto. Ele o Zack têm uma quimica imensa, já demonstrado em combates anteriores, principalmente no combate deles na Pro Wrestling Guerrilla no ano passado, que acabou por ser um dos meus combates favoritos do ano. 
Se no EVOLVE 98, o Zacky estava em modo serial killer, super agressivo com o Darby, aqui foi completamente massacrado pelo monstro que é o austriaco. Só destesto é completamente a forma como o Zack vende as chops do WALTER e ele faz isto com todos os big guys, com aquele bump para trás à maluca. Meh para isso. 
Mas de resto, muito bom. O WALTER é brutal, uma das surpresas do ano passado e cada vez está melhor. Apesar de não ser tão bom como o combate deles na PWG no ano passado, foi excelente também. 
O Walter sempre a impedir que o Zack Sabre Jr. continuasse com as suas tentativas de submissão ao impor a sua força constantemente foi muito bem feito, alias, este combate, a par do outro que eles tiveram, são exemplos de como se deve trabalhar big mens vs small guys. Muito bom.
9


NXT 24/01


Johnny Gargano vs Velveteen Dream
Bom combate por parte destes dois. O Velveteen realmente está feito num senhor. Não que este combate tenha sido alguma coisa do outro mundo, mas o rapaz aprendeu mesmo a trabalhar as crowds e a dar um bom match com boa história. E o gajo só tem 22 anos, por isso, bem que podemos começar a lamber os dedos por um dos melhores wrestlers do futuro. 
O combate foi muito bom para meter o Gargano over antes do seu embate com o Almas no Takeover, bom ritmo, boa ação, o Velveteen cocky é excelente e o Gargano no papel de babyface underdog é o mesmo de sempre, um dos melhores babyfaces atualmente.
7.5

Lista do CChris::
[WK12/NJPW]Okada vs Naito - 9.5
[WK12/NJPW]Jericho vs Omega - 9
[EVOLVE 99] WALTER vs Zack Sabre Jr. - 9
[WK12/NJPW]Suzuki vs Goto - 8.5
[EVOLVE 98] Zack Sabre Jr. vs Darby Allin - 8.5
[HighStakes'18/RevPro]Moustache Mountain vs Suzuki-gun - 8.5
[HighStakes'18/RevPro]Aussie Open vs LiJ - 8
[WK12/NJPW]Ibushi vs Cody - 8
avatar
CChris
IWGP Junior Heavyweight Champion

Masculino Número de Mensagens : 4763
Idade : 21
Localização : Monte Gordo, Algarve
Emprego/lazer : Estudante
Data de inscrição : 30/06/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os melhores combates de 2018

Mensagem por CChris em Sex Jan 26 2018, 13:37

PROGRESS Wrestling Chapter 61
Adam Brooks vs Will Ospreay
A história aqui era que o Will foi para Austrália partir tudo e quando lá chegou, meteu completamente na sobra o top guy de lá na altura, aka o Adam Brooks. Por isso, o Adam decidiu vir fazer uma tour no UK, mostrar que ele é o melhor lutador e anda em feud com o Ospreay em várias empresas. E o combate traduziu isso bem, mas só se se conhecesse a história, porque se não tivesses da noção do background, ficavas do tipo “isto é só mais um combate entre dois dudes atléticos a fazer cenas cools e tal”.
Na verdade foi mais que isso. O Brooks a tentar puxar de tudo para vencer o Ospreay, a ficar desesperado e a jogar sujo, a sacar big moves como aquele Canadian Destroyer no Apron mas mesmo a assim a não conseguir vencer o Arial Assassin. O Ospreay também a puxar de tudo e só depois de muito é que consegue vencer o Loose Ledge. Os dois conhecessem bem por isso conseguiram sacar bem a cena dos reversals, com sequências muito cools. A única coisa que não gostei muito aqui foi uma das coisas que me chateia no Ospreay que é ele a tentar sacar do Rainmaker. Tu não és o Okada, não sejas geek ao ponto de só porque entraste nos CHAOS de fazeres o Rainmaker.
De resto, tudo muito fixe.
8.5
avatar
CChris
IWGP Junior Heavyweight Champion

Masculino Número de Mensagens : 4763
Idade : 21
Localização : Monte Gordo, Algarve
Emprego/lazer : Estudante
Data de inscrição : 30/06/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os melhores combates de 2018

Mensagem por CChris em Sab Jan 27 2018, 22:26

New Beggining in Sapporo

IWGP Intercontinental Title Match

Hiroshi Tanahashi (C) vs Minoru Suzuki

Pá, foi realmente um grande combate e foi aquilo que era necessário. A vitória por paragem do arbitro protegeu Tanahashi e ainda o meteu over de forma a que fica-se a ideia de que o Ace, quando voltar, tem toda a legitimidade de pedir rematch e essa rematch ser do caraças. Já agora, o Tiger Hatori é capaz de ser dos melhores árbitros da atualidade, sendo "apenas" um arbitro, o homem consegue adicionar imenso ao combate, muito drama e emoção, mas nunca tirando o spotlight do combate em si. O gajo é brilhante.

Toda a construção à volta das lesões do Tanahashi é soberba. O Suzuki começando o combate basicamente atacando todos os spots que sabia que estavam condicionados (a perna, o cotovelo e o pescoço) e, quando percebe que o joelho é o que está em pior estado, agravado pelo Flying Cross Body em que o Tana bate com o joelho no chão, vai atrás dele que nem uma leoa atrás da sua presa. O combate foi parecido com o Okada vs Suzuki do ano passado tho, e esteve ao mesmo nivel que esse clássico. Isto é a prova de que, se se deixarem das merdas da Suzuki-gun e deixarem o Minoru ter combates sem interrupções constantes, o homem dá combates do caralh*. Espero que o reinado dele com o IC seja assim. Btw, fui ver e este foi o primeiro grande titulo que o Suzuki ganhou na NJPW. Antes só tinha ganho o Tag Team e o NEVER. Como raio é possivel.

Já agora, um dos pontos baixos do combate para mim: eu adoro aquele running dropkick que o Suzuki faz completamente sick, mas faze-lo LOGO DE SEGUIDA do Tanahashi passar uns bons 6 ou 7 minutos a trabalhas as tuas pernas e cagares nesse trabalho nas tuas pernas no resto do combate, foi grande meh para mim. Mas compensaram depois com tudo o resto, com os pequenos toques psicopatas do Suzuki e com o excelente sell do Tanahashi. Well done guys.

9.5
avatar
CChris
IWGP Junior Heavyweight Champion

Masculino Número de Mensagens : 4763
Idade : 21
Localização : Monte Gordo, Algarve
Emprego/lazer : Estudante
Data de inscrição : 30/06/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os melhores combates de 2018

Mensagem por Moore em Dom Jan 28 2018, 12:01

- [NXT TakeOver Philadelphia - 27/01] Extreme Rules: Adam Cole vs. Aleister Black
Estava a falar com o Ribeiro à medida que via isto. E em parte concordo com ele. Por muito spot ótimo que o combate tenha tido, por muita violência, bem entregada e inovação que possa ter-se visto em dois ou três momentos (a nível WWE), não se contou história nenhuma em ringue.
O combate caiu portanto na caixa das spotfests. Mas isso não quer dizer que tenha sido mau. A intensidade sentia-se, as interferências foram bem feitas, o uso do environment também e o finish foi muito bom. O vencedor foi bem escolhido, da maneira que foi.
Se é um combate a que chamo de clássico? Não. De todo. Mas é uma break que em nada cansa quem apenas quiser ver um combate de 15 minutos sem especificidade. É um "watch-for-fun".
- Rating: 7.5

- [NXT TakeOver Philadelphia - 27/01] NXT Championship: Andrade Almas (c) vs. Johnny Gargano
Woosh! Isto foi a 27 de Janeiro e já sei que a menos que algo caia do céu, não haverá nenhum combate melhor na WWE nos próximos seis meses. Se calhar durante o ano também não.
Os dois mostraram de novo ter uma química enorme. O Almas mostrou ser um campeão ótimo, com as cheap tactics normais, mas também sendo uma máquina de cardio que impõe um ritmo sick no combate quando é preciso. O Gargano cumpriu o seu papel de underdog como ninguém o faria no mundo e digo-o com 100% de certezas, a impôr drama em cada near-fall, a cada expressão facial e a controlar a crowd como um Hulk Hogan em 1986.
Não houve excesso de interferências da Zelina como foi na title win contra o Drew, com as únicas a serem justificadas e a adicionar à intensidade do combate. Momento do save de Candice LeRae foi do caraças e I'm totally up para Candice vs. Zelina se o quiserem fazer. Não parece que será o caminho.
Senti que Almas tinha de ganhar, e ainda bem que assim foi. Um underdog bem construído deve falhar em todos os big matches. Se o Bryan não perdesse o seu momento umas 5x, a vitória dele na Wrestlemania seria só mais uma. Enfim, desde essa mesmo vitória que nunca um combate me deixou tão envolvido. Até agora, é o meu combate favorito do ano.
- Rating: 10.0

Lista bem organizada de matches do Moore:
- [NXT TakeOver Philadelphia - 27/01] NXT Championship: Andrade Almas (c) vs. Johnny Gargano - 10.0
- [NJPW WK 12 - 04/01] IWGP Heavyweight: Kazuchika Okada (c) vs. Tetsuya Naito - 10.0
- [NJPW WK 12 - 04/01] IWGP United States: Kenny Omega (c) vs. Chris Jericho - 10.0
- [NJPW WK 12 - 04/01] NEVER Openweight: Minoru Suzuki (c) vs. Hirooki Goto - 8.5
- [NJPW WK 12 - 04/01] IWGP Jr. Heavyweight: Marty Scurll (c) vs. Hiromu Takahashi vs. KUSHIDA vs. Will Ospreay - 8.5
- [NJPW WK 12 - 04/01] IWGP Intercontinental: Hiroshi Tanahashi (c) vs. Jay White - 7.5
- [NJPW WK 12 - 04/01] Cody vs. Kota Ibushi - 7.5
- [NXT TakeOver Philadelphia - 27/01] Extreme Rules: Adam Cole vs. Aleister Black - 7.5

Análise pormenorizada de matches do Moore - 10.0/9.5:
- [NXT TakeOver Philadelphia - 27/01] NXT Championship: Andrade Almas (c) vs. Johnny Gargano - 10.0
Woosh! Isto foi a 27 de Janeiro e já sei que a menos que algo caia do céu, não haverá nenhum combate melhor na WWE nos próximos seis meses. Se calhar durante o ano também não.
Os dois mostraram de novo ter uma química enorme. O Almas mostrou ser um campeão ótimo, com as cheap tactics normais, mas também sendo uma máquina de cardio que impõe um ritmo sick no combate quando é preciso. O Gargano cumpriu o seu papel de underdog como ninguém o faria no mundo e digo-o com 100% de certezas, a impôr drama em cada near-fall, a cada expressão facial e a controlar a crowd como um Hulk Hogan em 1986.
Não houve excesso de interferências da Zelina como foi na title win contra o Drew, com as únicas a serem justificadas e a adicionar à intensidade do combate. Momento do save de Candice LeRae foi do caraças e I'm totally up para Candice vs. Zelina se o quiserem fazer. Não parece que será o caminho.
Senti que Almas tinha de ganhar, e ainda bem que assim foi. Um underdog bem construído deve falhar em todos os big matches. Se o Bryan não perdesse o seu momento umas 5x, a vitória dele na Wrestlemania seria só mais uma. Enfim, desde essa mesmo vitória que nunca um combate me deixou tão envolvido. Até agora, é o meu combate favorito do ano.

- [NJPW WK 12 - 04/01] IWGP Heavyweight: Kazuchika Okada (c) vs. Tetsuya Naito - 10.0
Storyline-wise, torcia pelo Okada. Quando o combate começou, queria que ganhasse o Okada. However, a preferência pessoal ocupou o lugar da story e a cada near-fall mandava piretes pelo ecrã ao Okada e vibrava a cada Destino.
Outra história contada à grande, com o Okada a começar como underdog graças ao excelente heel que o Naito é. Lá para meio ou sei lá, começamos a sentir uma compaixão enorme pelo Naito, mesmo que aquele seja o gajo anti-desportivo da NJPW, quando o Okada o começa a dominar e tenta a Rear Naked Choke que nunca conseguiu aplicar (e ainda bem, é melhor assim). Quando o Naito volta a virar o combate, aí pelo menos eu estava já all-out por ele. Aí torna-se numa batalha pela sobrevivência, basicamente, até ao domínio final do Okada, com a porra do Spinning Tombstone e o Rainmaker. Aquelas sequências, tho.

- [NJPW WK 12 - 04/01] IWGP United States - No DQ: Kenny Omega (c) vs. Chris Jericho - 10.0
Como previ, o melhor match do Jericho em muito muito tempo. Para aí desde a Wrestlemania XIX (ou No Mercy 2008, se quisermos ser menos exagerados). A história foi bem contada e consegui olhar para o Omega como o underdog da cena. Não sei bem como, mas consegui. É este o poder que a NJPW tem sobre mim. A busca do One Winged Angel por parte do Omega funcionou como a busca do Walls of Jericho. Sinto que o Codebreaker deveria ter sido tratado como "finisher principal" do Jericho, tendo em conta o que aconteceu no build up. Mas não é grave.
Não achei o combate tão violento assim, mas o facto é que não o precisava de ser - a história foi mais que isso. Torci muito pelo Jericho, admito, mas foi um combate "à Kenny". Foi muito bom, mas espero que não venham os fanboys dos BC dizer que o Omega é o melhor do mundo. Não é e isso provou-se no main event.

Análise pormenorizada de matches do Moore - 9.0/8.5:
- [NJPW WK 12 - 04/01] NEVER Openweight - Hair vs. Hair No Seconds: Minoru Suzuki (c) vs. Hirooki Goto - 8.5
Match intenso. Melhor do que esperava. Quando falaram nas "Suzuki-gunices" do costume, pensei em algo muito mais acentuado do que aquilo que aconteceu. Mesmo sendo um No Seconds Match, acho que faz sentido terem tentado interferir. Nada contra o YOSHI-HASHI salvar o Goto também.
No geral, fez-me lembrar o típico combate da NEVER Division que me fez apaixonar pela NJPW lá para 2014 (sinto que essa foi a principal causa, sim), hard-hitting, com o feeling de que dois gajos parecem querer matar-se e a certo ponto, quase parecia que o Goto estava ali a ser massacrado à séria. Gostei muito do início do combate, com o Suzuki ruthless a asfixiar o Goto. E o final foi o que se pede num combate destes.
Spot do match: Super Ushigoroshi - sick, ainda que visualmente não tenha tido o seu potencial.
O post match, pelo contrário, deixou-me desiludido. O Suzuki nem meio-cabelo cortou. Mas pronto. A ideia estava lá.

- [NJPW WK 12 - 04/01] IWGP Jr. Heavyweight: Marty Scurll (c) vs. Hiromu Takahashi vs. KUSHIDA vs. Will Ospreay - 8.5
Foi uma spotfest sem o ser verdadeiramente. Vimos substância durante todo o combate, o que impede, lá está, de ser "apenas" uma spotfest. A estratégia do Scurll no início foi o esperado, honestamente, e a tática de prender o gajo que conhece menos (supostamente) na barreira é um spot inteligente.
Como prenda por terem tido um dos melhores combates da divisão Jr. na final do BOSJ, a maior parte do wrestling in-ring destinou-se ao Ospreay e ao KUSHIDA. Nada que me importe. Não consigo ver o Hiromu como heel, mas acho que é essa a intenção.
O spot do match foi, para mim, o Sunset Flip Powerbomb do Hiromu ao Ospreay pela sell do gajo, não o Moonsault da estrutura, coisa que já se viu o Ospreay a fazer em n sítios. Super Cross Armbreaker do KUSHIDA até leva a prata nesse concurso.
O final foi a loucura esperada. Não me importo com quem ganhe. Nem a NJPW, pelo que parece. Provavelmente no New Beginning o Ospreay... se calhar aí safa-se. Mas no Genesis perde-o de novo.

Análise pormenorizada de matches do Moore - 8.0/7.0:
- [NJPW WK 12 - 04/01] IWGP Intercontinental: Hiroshi Tanahashi (c) vs. Jay White - 7.5
Partilho um pouco da opinião do Manzk. A verdade é que o combate perdeu por não ter sido feito noutro PPV qualquer. Não tinha interpretado o uso de Dragon Screws e de outro tipo de ofensiva como sendo algo que "pertencia" ao Tanahashi, mas faz todo o sentido. A antítese entre um veterano que está cada vez mais a perder a sua posição como ás da New Japan e até a posição no seu pódio e um jovem cheio de fome a querer provar-se mas com algum receio foi bem explorada. Exemplos do primeiro: shouts do White: "This is the 'ace'?"; exemplos do segundo: high-flying moves cancelados do White.
Se tivesse visto o PPV todo de seguida, acharia que este match tinha sido pior do que foi, na realidade, pela sua posição no card. E confirmo que seja pior do que a maioria dos big matches do WK, mas ainda assim, a sua história teve sucesso. Notou-se um White uns furos abaixo, como já se previa, mas tenho esperanças que com o tempo isso mude.

- [NJPW WK 12 - 04/01] Cody vs. Kota Ibushi - 7.5
O praise que vi a este match deixou-me com expectativas elevadas. Não desapontou, mas não o achei tão, tão bom assim. Continuo a dizer do Cody o que já digo ao tempo: não me importo minimamente em vê-lo na posição que o vejo na NJPW. Não é o protótipo de ring general todo tecnicista nem um strong style wrestler lixado como vemos, mas é diferente, para a NJPW. Entertainment-wise, está lá em cima.
Não vimos as habituais tentativas de cheap heat, o que é ótimo, mas vimos um Cody muito mais exímio no ringue do que é seu habitual. E não me digam que isso se deve ao facto de o Ibushi existir, apenas. Os dirty spots foram bem feitos e sinto que o Ibushi é o babyface mais puro da NJPW. Ao contrário do que, talvez, a maioria esperava, teve a sua merecida vitória e há de ser ele a tirar o título ao Okada - pelo menos sinto isso.
Spot do match e spot da noite: Cross Rhodes do apron para o ringside.

- [NXT TakeOver Philadelphia - 27/01] Extreme Rules: Adam Cole vs. Aleister Black - 7.5
Estava a falar com o Ribeiro à medida que via isto. E em parte concordo com ele. Por muito spot ótimo que o combate tenha tido, por muita violência, bem entregada e inovação que possa ter-se visto em dois ou três momentos (a nível WWE), não se contou história nenhuma em ringue.
O combate caiu portanto na caixa das spotfests. Mas isso não quer dizer que tenha sido mau. A intensidade sentia-se, as interferências foram bem feitas, o uso do environment também e o finish foi muito bom. O vencedor foi bem escolhido, da maneira que foi.
Se é um combate a que chamo de clássico? Não. De todo. Mas é uma break que em nada cansa quem apenas quiser ver um combate de 15 minutos sem especificidade. É um "watch-for-fun".
[/quote]
avatar
Moore
NXT Champion

Masculino Número de Mensagens : 6276
Idade : 20
Localização : Montemor-o-Novo
Data de inscrição : 16/11/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os melhores combates de 2018

Mensagem por Diabo em Dom Jan 28 2018, 17:49


BJW New Year 2018 Five Nails Board, Light Tubes & Cage Death Match Masashi Takeda vs. Takumi Tsukamoto 8.5
NOAH Navigation For The Future 2018 - Tag 1 Kenou (c) vs. Kaito Kiyomiya 8.3
NJPW New Beginning in Sapporo D1 Hiroshi Tanahashi vs. Minoru Suzuki 9.4
WWE NXT Takeover Philly Johnny Gargano vs. Andrade "Cien" Almas 9.8
NJPW New Beginning in Sapporo D2 Roppongi 3K vs. Young Bucks 8.7
avatar
Diabo
WWE Superstar

Masculino Número de Mensagens : 19610
Idade : 93
Localização : Mordor
Emprego/lazer : Hater
Data de inscrição : 27/12/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os melhores combates de 2018

Mensagem por PoD em Sex Fev 02 2018, 02:15

Updated:

Adicionado Tanahashi VS Suzuki New Beginning
avatar
PoD
ROH World Champion

Masculino Número de Mensagens : 2281
Idade : 30
Localização : nest
Emprego/lazer : Irónico
Data de inscrição : 09/05/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os melhores combates de 2018

Mensagem por Diabo em Sab Fev 03 2018, 17:40

Timothy Thatcher vs. WALTER PROGRESS Chapter 62 Fear No More, Come To Dust

Dois companheiros de guerra de uma stable honrada obviamente que não se iriam poupar numa batalha entre ambos. Especialmente quando o titulo de WALTER, PROGRESS Atlas Championship, está em jogo.

Sim, isto é o que se diz: uma guerra - mas não uma batalha totalmente insana sem qualquer estratégia da parte dos lutadores, o que torna a story do match bem mais interessante pois ajuda a diferenciar os lutadores e mostrar bem os trunfos de cada um deles. WALTER está cada vez mais over e a sua presença e intensidade são inquestionáveis, mas fico mais contente por Thatcher ter esta exibição - porque foi no passado injustiçado, apesar de ser um dos melhores wrestlers técnicos da actualidade e seguramente um dos dudes mais preocupados em ajudar a contar uma história através de expressões faciais e corporais. Um verdadeiro pro.

8.6
avatar
Diabo
WWE Superstar

Masculino Número de Mensagens : 19610
Idade : 93
Localização : Mordor
Emprego/lazer : Hater
Data de inscrição : 27/12/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os melhores combates de 2018

Mensagem por Diabo em Sex Fev 09 2018, 02:53

WWE 205 Live - não estou a gozar



- Apanhei uma promo do Spud e bem nice, parece-me que resultará inicialmente neste spot enquanto figura de autoridade babyface até ficar com a mesma motivação dos outros todos e se estiver a cagar.

- 2018 e continuo a achar que era melhor fazer este show em conjunto com o NXT. Experiência seria melhor para quem pode que já levou com o SmackDown em cima...

Roddy vs. KENTA


Há um match deles na ROH há mais de dez anos que é bem melhor, mas agora com KENTA aleijado é o que há. Pá, demorou a aquecer - mas depois é sempre a subir. Bem cool, intenso e stiff. Gosto como cada BackBreaker de Roddy é vendido por KENTA como se da própria morte se tratasse.

7.2
avatar
Diabo
WWE Superstar

Masculino Número de Mensagens : 19610
Idade : 93
Localização : Mordor
Emprego/lazer : Hater
Data de inscrição : 27/12/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os melhores combates de 2018

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum